Agora nem nómada, nem emigrante.


domingo, janeiro 15, 2006

Morada


Andas com a esferográfica ténue nas linhas brancas e escreves para quem lê?! Ou deixas-me ao acaso para te admirar, apenas olhando para trás?! Sorrateiramente, o vento me bate nos olhos quando avisto o mar todas as manhãs. Mas, teimo em não ver o horizonte que me faz sonhar. Não possuo negro nem branco. O meu coração foi azul em ti e revi-me nos teus gestos. Cada vez que te tocavas, era eu que não queria fazer assim, pois foram traços que não me foram permitidos. Não posso e sei que nunca vou poder, apesar de ainda não o conseguir! És letras em mim, és teclas, és o clique! Vives as manhãs com sabor e eu durmo-as como sonhos que se matam por apenas existir. Agora, estás à entrada da minha porta, mas ela fechou-se, já não está escancarada, nem sequer entreaberta. Não sei se algum dia se abrirá, se não me pedires. No entando, a janela estará sempre lá, porque podes sempre ocupar o lugar de amigo que sempre mereceste. Moro aqui, na campainha do meio... sabes?! Quiçá sonharei muitas mais vezes nestes lençóis de nevoeiro... ou nestas ervas que já foram verdes...
Saboreias as palavras quando queres, quando podes, as que mostro, aquelas que mantenho... Hoje sorrio muito. Alivio o pouco que me faz renascer... a minha alma é esta e não quero outra!
Escrevo cartas daqui e aqui as recebo!
Eli
:)
P.S. Apetecia-me deixar a minha morada!!!

30 comentários:

girassol disse...

gostei do "P.S.".

... o certo no entanto é que dá outro sentido à mensagem...

parecia uma carta escrita para um amor que deixou de ser na nostalgia e dor amarga que nos fica...

assim, parece uma mensagem para um "amor" não acontecido, por medo de desconhecido, ou outros medos...

...mas é de amor, e o resto que interessa?

que seja de amor!
acontecido, por acontecer, suspenso na espera dos medos...
QUE SEJA O AMOR!...

Beijo para ti, Eli

little_blue_sheep disse...

Oi!
Obrigado pelo elogio que deixante no meu humilde blog, e pelos parabéns...
:D
ps- adorei o teu ps...;)

Luís disse...

Às vezes tenho tanta pena que se tenha perdido essa magia das cartas escritas e enviadas pelo correio!Ag já só se recebem cartas do banco e contas pa pagar.

beijinho

Musician disse...

Cartas....oh, cartas...eu adoro-as!
Belo post, como sempre ;)
Beijinho grande*

Joao disse...

Obrigado pelas tuas palavras. Eu também gosto muito de te ler :)

Um beijo para ti e tudo de bom

antonior disse...

Oh! lala!
bela inspiração poética!

Minha querida, a tua morada está naquela terra de sonhos, que não é céu nem inferno, mas com tudo à mão.
Quase todos nós, moramos aí, com caixas de correio diferentes. Mas tu sentiste isso com força, à tua maneira....

Mas não te esqueça, que tudo está aí para construíres....

continua assim, cheia de poesia, e lembra-te que o poeta
"chega a fingir que é dor,
a dor que deveras sente"
disse, como sabes, Fernando Pessoa.

Tês muitos

A .Carlos disse...

Olá Eli,
Como sempre as tuas palavras estão cheias de "musica" e é sempre um momento bom do dia vir aqui escuta-las
Se mudares de morada, deixa-nos aqui o endereço, pois gosto muito de vir aqui a esta tua "morada".
uma boa semana
bjs
:)

Clife disse...

Diferente, em certo aspecto, do habitual que aqui costumas postar, enfim, uma carta... e que carta :) é aquela mensagem demasiado pessoal mas ao mesmo tempo intensamente universal, pois ao ler sentimos... a magia.

(: ***

JSilvio disse...

;)
*

A.na disse...

E eu a minha...

Lindo o teu texto.

Sparkling disse...

Oi Eli! Muito bonito este texto e a imagem também!
Tem um óptimo começo de semana!
~*~
~*~

Mónica disse...

Como tu mesmo disseste o problema é a ausência...

Post belo e muito bem escrito, palavras alinhadas, frases estruturas e sentimentos vindos do coração...

Afinal não importa a palavra escrita mas o sentimento que ela carrega...

Boa semana

:)

antonior disse...

Bom dia, querida amiga!

Depois de ler o teu comentário, lá no meu lado, tornou-se urgente, vir cá, para com toda a simplicidade te deixar um beijinho.

Ts.:-):-):-):-):-)

Nelsinho disse...

Eli,

Deixa não, a tua morada...
É dentro dela, da tua morada seja ela qual for, que textos lindos e poemas fluem dos teus pensamentos e chegam a mim, fã da tua sensibilidade.

Nelsinho

Neith disse...

Magnifico este teu texto!! Um beijo enorme :)

Piolha electrica disse...

preciso de um tempo e de um espaço...
é dificil aceitar algumas situações e é mto mais dificil ter de ultrapassa-las e "guardar só o k é bom de guardar"...
preciso de me libertar deste estado depressivo, mas tenho de o fazer sozinha...
eu sei k tas comigo para o k eu precisar e é o suficiente para me dar a força k necessito...
brigada...
longe da vista, mas perto do coração...
***

antonior disse...

Olá Elizinha!

Lembras-te do que me pediste no outro dia?!
"mais posts"....

beijinhos

Liar disse...

Gosto da maneira que escreves, es uma pessoa sensível, e transformas palavras em sentimento.

Parabéns Eli´

jinho ((*_*))

Céci

Liar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
girassol disse...

Oh Eli quando te acontecer a maternidade vais saber o quanto é um processo fantástico, maravilhoso. Eu fui Mãe aos 20 anos e aos 40. Tenho uma filha da tua idade e um menino com 4 aninhos que, apesar de todos os pesares, faz as minhas delícias. Sabes que por vezes há condicionantes que nos fazem parecer tudo indesejado mas o instinto maternal é de facto o sentido de amor mais puro, mais profundo, e ser Mãe é a coisa mais bonita, como te digo, por vezes, apesar de todos os pesares...

Beijo para ti
E Obrigada.

Magia disse...

Aquilo que somos, está escrito nas paredes da alma, a nossa morada fixa, nesta vida. Encantamentos mil

A .Carlos disse...

Olá Eli,
Vim desejar-te um dia lindo, seja em que morada te encontrares.
Bjs
:)

Amaral disse...

Fechaste uma porta mas abriste uma janela.
Daqui, conquistarás o teu mundo, aquele que te faz sonhar com um sorriso nos lábios…

PIRICUI disse...

ola Eli....eu até te escrevia uma carta...mas como sabes o meu tempo é tao pouco!!ololol
bem...é sempre giro e fofo escrever cartas...e mandar para a propria pessoa...ao menso recebes cartas de ti mesma!!!nao é giro???
eu nao li o texto todo....é muito comprido...e as tuas palavras sao sempre tao fortes que fico deprimido....por isso...quando tiveres um texto que seja alegre ou fale de desporto...alcool e sexo.....eu prometo ler o texto até ao fim!!!bjoes


AQUELE ABRAÇO....

blue note disse...

Eli
tens todo o tempo do mundo para as crianças.
E a avaliar pela capacidade de viveres por dentro das coisas serás uma óptima amiga presente.
Já disseram tudo sobre este texto cheio de significado.
Beijo grande para ti e para esse lugar especial onde te encontras (agora)

Astronauta disse...

Deixo um beijo... hoje nada mais...

singularidade disse...

ola menina linda, deixo um beijo grande.

antonior disse...

Olá, amiguinha!

Obrigado pela tua presença, pela tua companhia, pelas palavras, sempre quentes e amigas.

Vinha hoje, com esperança, de te ler renascida, num novo post.

Talvez, amanhã....

Beijos
T
:-) :-) :-)

Anónimo disse...

Sabes só para dizer que não me esqueço de ti... que realmente és uma pessoa que para mim está guardada num cantinho de mim... Gosto muito de ti, com ou sem palavras sabes que estou aqui...
PS. Se não sabes devias;)
Filos

Anónimo disse...

That's a great story. Waiting for more. Metal and hardcore video codes Neurontin side effects neurontin Sluty ass Milf regan anthony Maybeline cosmetics pablo picasso during his rose period buy tenuate on line Gay anal stretched telegraph fantasy football password garden flowers leather case blackberry Cancer drug patents liposuction recovery tips How to fix home air conditioner clearwater beach weekly rentals dried flowers Texas 2006 rose bowl champs Botox injections for paralysis