Agora nem nómada, nem emigrante.


quinta-feira, junho 18, 2009

Viagem ao Regresso...


Deixei-me de viagens desnecessárias pelo campo dos sonhos. Por que terei eu que percorrer milhares de quilómetros?! Ando sempre de um lado para o outro. Quando me obrigam a parar, cortam-me a motivação para respirar além do natural. Será que nunca terei uma paz compensadora?!...
Eli
:)

16 comentários:

Anónimo disse...

quem te obriga a parar de sonhar? sempre fui levado a crer que não há limites ao sonho. será que fui induzido em erro? :S
espero que não!
porém, se o sonho cor de rosa se começa a transformar em pesadelo, então o melhor caminho , talvez seja mesmo deixar de sonhar esse sonho.
há tantos outros sonhos para perseguir!!
:-))

em_segredo

mixtu disse...

a paz não se conquista... existe

Vieira Calado disse...

As minhas viagens limitam-se aos arredores...

E chega-me.

Cumprimentos meus.

Rafeiro Perfumado disse...

Por vezes a paz está a metros de distância. Beijo!

Pintinho disse...

Só passei para dar uma beijoca!

Abraço

BlueShell disse...

Claro que terás, sim...esa paz está dentro de ti....procura-a!
Bj

BShell

PoesiaMGD disse...

Pode tardar, mas sempre chega!
Abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Paraste nalguma estação de serviço?

Eli disse...

Em_segredo

Às vezes somos mais felizes se tivermos a coragem de abandonar sonhos vãos! Claro que não vou deixar de sonhar, mas há sonhos específicos que preciso de libertar.

:)

Eli disse...

mixtu

... sábio :)

Eli disse...

Vieira Calado

As nossas viagens não devem ter limites!

:)

Eli disse...

Rafeiro Perfumado

Às vezes está a milímetros de distância... No nosso cérebro. Precisamos é de reconhecê-la e não ignorá-la!

:)

Eli disse...

Pintinho

Thank's :)

Eli disse...

BlueShell

I know... Thank you :)

Eli disse...

PoesiaMGD

Chega pois, já que ela está por cá...

lol

:)

Eli disse...

Rafeiro Perfumado

... muito provavelmente...

lol

:)