Agora nem nómada, nem emigrante.


domingo, abril 11, 2010

Degraus

Fotografia por Eli


Acordou sobressaltada. Tinha sonhado com uma sopa tão horrível! Depois, começou a fazer um esforço para se lembrar do resto do sonho e...

Lá para meio da noite tinha conhecido alguém tão especial, que ainda sentia um arrepio na pele. Não se lembrava da sua face. Só o sentia como se tivesse vindo ao mundo só para si.
Conseguiu lembrar da sequência.Tinha subido uns degraus de pedra. Parava em cada um e lembrava-se de momentos importantes que a tinham feito mudar. No primeiro degrau era uma menina ainda muito pequena. Chorava sentada nas escadas da sua casa. A mãe tentava consolá-la, mas era incapaz. Aquela pequena criança com cerca de cinco anos lamentava o facto de não ter amigos.
Subiu um e outro degrau visualizando a sua vida. Havia um feixe de luz em cada memória.
O sonho parecia ter-se desvanecido... À medida que se ia lembrando, apenas umas imagens apareciam. Desconhecidos, palavras, cores, sons...
Até que encontra de novo aquela sensação de paz. Não consegue ver a cara do homem. Ele abraçou-a e envolveu-a nos seus braços. Beijou-a e soltou uma lágrima.
A emoção estava presente. Todos os sentidos se apuravam para viver aquele amor.
De repente, vê-se sentada à mesa a tentar comer aquela sopa de hortelã, que tanto detestava.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH

Eli

:)

9 comentários:

Rambaldini disse...

Por falar em coincidências...

Nem de propósito! Sabes que quase nunca me lembro dos sonhos. Na realidade nem sei se sonho, apenas assumo que sonho mas não me lembro salvo raras excepções, que regra geral, são pesadelos!

Na sexta-feira tive (ou lembrei-me) um sonho muito parecido com o teu.
Era um dia de verão, e estava na relva à sombra de uma árvore (provavelmente uma azinheira, sobreiro ou oliveira). Era um daqueles dias bons, em que o sol queima a pele e a brisa fresca arrepia ligeiramente as mangas curtas.
Ao contrário do teu sonho:
1. Lembro-me da cara dela como se estivesse aqui ao meu lado.
2. Estavam outras pessoas que não me lembro da cara
3. tinha uns lábios húmidos e beijámos-nos de uma forma tão sensual, como acho que nunca beijei ninguém
4. envolvemo-nos num abraço
5. Ninguém chorou!

Mais curioso ainda é que tenho uma ideia vaga de que devíamos estar numa espécie de pic-nic, ou num pós almoço ao ar livre e a sopa de hortelã parece trazer-me recordações estranhas, como se estivesse presente mas não me lembrasse... talvez por se enquadrar tão bem, neste quadro bucólico!

Há coisas...

Poetic GIRL disse...

Gostava de saber interpretar os sonhos, dizem que nos diz tanto... bjs

Natália Augusto disse...

Que bonito post. Adorei. É um verdadeiro encontro com o amor, ainda que em sonho! Lindo!

Beijocas

Eli disse...

Rambaldini

Coincidência é ter-me passado pela cabeça escrever isto. Curioso, no mínimo, não é?

Que bom teres-te lembrado desse sonho bom. Ganhaste mais umas energias positivas.

Gostei desse sonho, sabias?

:)

Eli disse...

Poetic GIRL

Existem sites (na net) e livros que ajudam a isso. Eu acho que eles trazem sempre uma libertação.

:)

Eli disse...

Natália Augusto

Obrigada. É bom quando escrevemos e falamos de coisas boas!

:)

Anónimo disse...

Só não foi um sonho de uma noite de Verão, por não estarmos ainda nessa estação.
Os sonhos são coisas estranhas, mesmo fazendo parte de nós. São reflexos de medos, vontades, lembranças,...
Eu, das duas , uma... ou sonho pouquissimo , ou raras vezes me lembro daquilo com que sonho.Talvez isso queira dizer que tenho poucos medos, vontades e lembranças, ou então, de que até em sonhos me escondo dessas coisas.
O final do post/sonho deixou-me um bocado intrigado...
Logo depois do beijo , a menina (Eli) volta a estar à mesa a comer a sopa que detestava. Será um sinal de que o homem tinha mau hálito ? Francamente!! Há pastilhas para isso. loool
Sorry! Couldn't help it. :P
:))

em_segredo

Eli disse...

em_segredo

Não me lembro de todo de hálito ou se era mau ou bom... Eu lembro-me dos sonhos principalmente quando acordo e volto a adormecer. Não sei muito sobre isso, mas tenho uma amiga que sabe algo de simbologia e os seus sonhos têm interpretações premonitórias. Estranho, não é?

:)

Anónimo disse...

Rambaldini.........

Beijaste nesse sonho, como nunca beijaste alguém????

Um tanto ou quanto estranho, tendo namorado tantos anos!!