Agora nem nómada, nem emigrante.


quarta-feira, junho 09, 2010

O Beijo #2


Então, colocaste as tuas mãos sobre as minhas, antecipando os meus gestos faciais. O movimento acordou-me os sentidos. Delicadamente, seguiste a linha dos meus braços. Deslizaste os teus dedos no meu pescoço. Nesse momento, desenhaste-me aquele beijo, que não foram lábios nem desejos. São sonhos descansados numa euforia cinematográfica.

Eli

:)

5 comentários:

Gonçalo disse...

Beijo, Beijo #2,...onde isto irá acabar?

:P

Pelo sim pelo não, mais uns beijinhos #3, #4, #5,...

;)

Eli disse...

Não acaba...

:P

Fragmentos Culturais disse...

... dois textos 'divagadores' impregnados de sensualidade! Mas destaco a sensibilidade!

Excelente feriado!
Beijinhos,

Daniel Aladiah disse...

Querida Eli
E um beijo (com muitas repetições) é tudo nesse momento efémero de felicidade.
Um beijo
Daniel

Anónimo disse...

''Eilá''!! Mas que beijoquice pegada vem a ser esta?!
Estou a ver que os beijos, não sei se reais e concretizados , se ansiados e sonhados , andam bem presentes na tua cabeça.
Porque o tema do post é o beijo , vou despedir-me como nunca fiz, creio eu...
Beijinho , Eli
:))



em_segredo