Agora nem nómada, nem emigrante.


segunda-feira, junho 07, 2010

Sem saber...

Imagem daqui

Eu também não sei bem como é, por isso, cada problema é um motivo para procurar solução! Andei Às voltas, senti, deixei de sentir e apaixonei-me de uma forma que nunca soube entender, quanto mais explicar! Sempre que vejo a luz, o túnel muda de direcção. Então, calco as pedras da calçada que me gritam a esperança, apanho um comboio em andamento e vejo os sonhos a passarem a alta velocidade, como se não fossem meus.

Eli

:)

6 comentários:

Rambaldini disse...

Ás vezes acho que temos de perder o comboio para embarcar na viagem dos nossos sonhos!

Digo eu... que nada sei!

Poetic GIRL disse...

Já tinha saudades dos teus posts!!!!! Tens andado ausente... beijocas

Eli disse...

Rambaldini

Porquê?

Há outro ou não haverá nenhum?!

:)

Eli disse...

Poetic GIRL

Verdade. Ando muito desligada... mais do que seria normal, mas são fases. Depois volto em grande!

:)

Natália Augusto disse...

Mas que bom que é sonhar e realizar os nossos sonhos ainda é melhor!

Beijos

Anónimo disse...

Se há coisas que se tornam mais mágicas por sabermos entendê-las , outras há que , se as desvendamos em demasia, perdem muita da sua magia.
Sem saber do que falas , fico sem saber qual dos casos se aplica.
:)

em_segredo