Agora nem nómada, nem emigrante.


terça-feira, dezembro 14, 2010

Natal dos Bloguistas #2




O Texto:

Aviso já que fora a primeira frase, não se aproveita nada deste texto. Deve ser dos piores que já escrevi até hoje. Acho que ando a ficar muito clara no meu modo de escrever.

Gosto muito do Gonçalo, grande amigo, daqueles que até já parece família, de tal forma que discutimos e dizemos o que pensamos sem qualquer preconceito. Enfim, mas falta-lhe aquela qualidade (comigo) que se chama pontualidade. Eu sou uma pessoa pontual em qualquer tipo de compromisso (quer social, quer profissional ou até pessoal). Então, fico irritada quando tenho que esperar por alguém. Cada minuto que passa é um agravar do meu estado de espírito que dantes estava bem melhor... No entanto, como já sei o que a casa gasta, acabei por relaxar e desta vez nem fiquei mal-disposta. Entretanto, chegou a Cat e lá fomos em direcção a Lisboa! Mesmo com GPS foi dificíl encontrar as outras duas blogueiras a quem o Gonçalo prometera boleia. Relembrei, mais uma vez, de uma razão para não concorrer para Lisboa - o trânsito.
Entretanto, chegámos mais uma vez (quase duas horas) atrasados! Eu senti logo à partida, que tinha ficado no lugar "menos sociável" (citando o Rafeiro). Passo a explicar:

0 S X X X X X X X X X
E C X X X X X X X X X

E - Eli
0 - Fantasma

Numa mesa comprida, em que (praticamente) toda a gente tinha uma pessoa de cada lado e outra à frente, eu apenas tinha uma pessoa do meu lado direito, que já conhecia (C-Cat). A pessoa (S) que estava à frente dela foi a única que fiquei a conhecer de alguma forma e ainda nos rimos. Senti-me bem com elas, mas acho que poderia ter aproveitado mais. Não venho para aqui fazer queixinhas.

O restaurante era bonito. À chegada cumprimentei todos os presentes com dois beijinhos, coisa que nem costumo fazer. Com os meus amigos costuma ser um aceno e um olhar geral. Apenas cumprimento quem se dirige a mim. No entanto, como não conhecia as pessoas com quem me ia sentar a jantar, resolvi cumprimentá-las.

Ao sentar-me foi-me colocado um prato de sopa. Conheci um novo sabor. Nesta caso, "primeiro estranha-se, depois entranha-se". Seguidamente, fui conversando com as pessoas mais à direita, mas mal as ouvia, por isso, desisti pouco tempo depois. Creio que ela vai criar mesmo um blogue!

Ora, quando serviram o prato principal, tive a maior desilusão, o que me fez ficar um bocadinho menos disposta. Nunca pensei que isso me fosse afectar. Em todos os outros jantares, nunca pensei muito na comida, estava tudo bom. No entanto, tinha andado a brincar com o facto de levar uma sandes de frango e olhem que senti bem falta dela!

Gostei do crepe, mas não dos acompanhamentos. Entretanto, comecei a ver umas fatias de bolo de chocolate, ali mesmo atrás de mim então achei que o suminho e a sobremesa iria salvar a barriguinha! Quando chegou a altura de a saborear, descobri que não era aquela a minha sobremesa, mas outra com um aspecto manhoso, para o qual os meus olhos não estavam preparados. Logo, perguntei se podia trocar, mas não só não tinham para o número de pedidos (reservas) como não havia a mais para mim, mesmo que eu quisesse pedir uma à parte. Penso que esse serviço deixou muito a desejar.

Enfim, ao menos tivemos Música ao vivo tocada só para nós, o que não é todos os dias!

Lá contribuí, novamente, para o Banco Alimentar, desta feita com uma garrafa de azeite e duas de atum.

Finalmente, houve troca de prendas e eu sonhei que pudesse ser comida. Desta vez acertei. Recebi um chupa-chupa com direito a dedicatória, cujo está na fotografia. Só não sei quem o ofereceu, por isso, quem foi que se acuse para eu agradecer.

Lamentámos o facto de não termos feito maior alusão aos blogues. Acabou por ser um jantar pouco blogueiro. Também não senti o espírito natalício, mas tudo isto é só culpa minha.

Achei piada a um blogueiro que me reconheceu dos tempos de estudante em Viseu, coisa mui insólita e inesperada.

Também a Elvira tem amigas em comum comigo, cujo facto tínhamos descoberto uns dias antes do jantar!

Serei muito conhecida?! Só espero que quando escrever um livro, todas essas pessoas e muitas mais o comprem e divulguem! (Não, Rafeiro, não te quero roubar popularidade!)

À tarde, recebi uma mensagem da Izzie que me pediu para contribuir com as minhas gargalhadas no jantar. (Não era preciso pedires!)

Durante o jantar, lembrei-me várias vezes da minha amiga Ana. (Depois posso explicar porquê.)

Bem, logo a seguir, seis dos dezanove, os resistentes, fomos comer um pãozinho com chouriço!

Concluímos a noite com dança e sorrisos...

Regresso a casa, distrito de Leiria... e adormecer já quando o dia tinha começado. Depois, tinha dito que acordava à hora X e não consegui sair da cama... lamento. Obrigada pelos pormenores, pelos gestos de afecto e por tudo o que me deram, pois foi muito mais do que eu ofereci.

P.S. Como sabias que eu era a mais atraente?! (hehe)

Eli

:)

14 comentários:

Fragmentos Culturais disse...

Hum! Já estou a sentir que foi animado ;)

ana disse...

Ui, ui!!! :)) Conta, conta!! :) ***

EC disse...

:)

Poetic GIRL disse...

Queremos saber mais! beijo

Rafeiro Perfumado disse...

Um dia em que vocÊs apareçam a horas eu até fico preocupado. Mas está prometido, menos de 18 horas de atraso e não telefono para a polícia!

Beijocas!

Sight Xperience disse...

Olá...
Muito bem observado! Tudo bem detalhado... safa não escapa nada!
Gente simpática e divertida esta a que conheci neste Natal Bloguista!
Vivam as mesas redondas!

Bjks

Sempre a caminho!

Janaina Cruz disse...

Venha cá eu, invadindo teu espaço/blog e vislumbrando lindas fotografias e fragmentos dos teus dias, dos teus medos de tuas construções de tuas explicações, tudo é belo, tudo tem capricho . Então sabes que atrais boas coisas. Que Deus te conserve assim, passo a seguir teu blog!

TERESA SANTOS disse...

Pobre Eli, fominha e mais fominha!
Mas pronto, no compoto geral até parece que foi agradável.
Beijinho.

EC disse...

Querida Eli, lamento a desilusão gastronómica, a comida contada tb não me agradou...Quero um próximo encontro com mesa redonda!! Bjs
PS o chupa-chupa foi prenda do Ivo!

Gonçalo disse...

Eu voto na mesa redonda no próximo encontro!

Eu voto na pontualidade do organizador no próximo encontro! (caso não seja cumprido, terá consequência à moda dos tempos de adolescência) :P

Eu voto em leitão e marisco no próximo encontro!

Há pessoas que me surpreenderam pela positiva neste encontro.

Adoro-vos!

:)

maria teresa disse...

Eli querida foi muito "azar" junto...para si!:):):)
Áliás pelo pouco que apreciei sobre a sua "pessoa" pareceu-me ser alguém muito alegre.
Eu adorei estar na companhia de todos vós e não conhecia nenhum.
Não aprecio comida vegetariana e devorei-a, sem dúvida que para mim foi muito mais importante estar num ambiente pleno de juventude do que aquilo que ingeri.
Podia ter sido melhor? Claro que sim! Houve falhas. Mas não é com os erros que aprendemos?
Eu fui a primeira pessoa a chegar depois da Elvira e garanto-lhe que estivemos imenso tempo em pé, com outros comensais que entretanto foram chegando mas, a sala começou a não ter condições para esperarmos sem ser sentados à mesa.
Para a próxima espero poder continuar a participar!
Abracinho meu

Anónimo disse...

Dei por mim a colocar-me no teu lugar , mas sendo que seria a minha 1ª participação num destes encontros...
Era coisa para , mais do que tenho feito até hoje , nunca mais meter os pés num desses jantares, tal era o ''trauma'' e desilusão gastronómica. lol
:))

em_segredo

Celisol disse...

Ó Eli, hás-de me dizer onde é que se arranjam garrafas de atum :P

Gata Verde disse...

Tou com o Gonçalo!
Mesa redonda e carolos em quem se atrasar!!
:D

Venha o próximo!