Agora nem nómada, nem emigrante.


quinta-feira, fevereiro 24, 2011

H #12


Coloquei uma música e hesitei. Por uns momentos, não li. Fiquei a sonhar com uma réstia de esperança.

No bilhete estava escrito:

Deixo este espaço em branco para que possas escrever a tua história. Eu preciso de me afastar. Tenho decisões a tomar das quais tu não fazes parte. Vou fazer uma viagem.

H

Deixei-me cair sobre o sofá. Relembrei aquela manhã, aquelas noites, aquele tempo (perdido?!) que esperei por ele observando as estrelas e as ondas do mar. Tinha chegado o dia de deixá-lo para trás na minha vida.

Ouvi a música, reli o bilhete, olhei para o espaço em branco e senti que tinha que me afastar. Não o iria procurar.

Definitivamente, precisava de um pão fresquinho com manteiga pura e algo quente para beber. Afastei as madeixas do cabelo para trás. Estavam secas. Senti que tinha passado mais tempo no sofá do que imaginei.

Escureceu. Registei a nossa história num caderno branco sem linhas, juntei o bilhete àquelas páginas e adormeci.

Eli

8 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Essa do bilhete em branco é uma tanga do gaijo. Não tem imaginação e mete-se com filosofias "ah, escreve tu o que te vai na alma". Pfff....

Sus disse...

Tantas vezes não há mais nada a fazer senão fechar o caderno, deixar de escrever e seguir em frente!
:*

Eli disse...

Rafeiro

Acredita que se algum dia tal me acontecer, eu lembrar-me-ei disso mesmo que escreveste!

:)


Sus

Em frente. Esta página fechou um capítulo, não achas?!

:)

mfc disse...

Hummm... e guardaste-o?!
Já vi que um dia "ele" volta!

nuvemdoce disse...

Eli vou ter que ir atrás ver o começo da história, porque aqui bateu forte a presença de uma terceira pessoa, daí o facto de ter coisas para resolver que não incluem ela. Posso estar metendo a carroça na frente dos bois, mas a atitude dele não me parece fora do acaso, temos que findar com outros compromissos em aberto, para seguir em frente com a pessoa que escolhemos, para não ferir ninguém e a tranquilidade se instalar, não provocando interferência de outros. Mas tenho que averiguar mesmo, caso contrário, ele estará apenas fujindo de algo mais sério.

Conclusão: Tu és danada, está me deixando de cabelo em pé...lolll..continua sim...essa história tem pernas para andar e muito coração para dar!!

P.s. Mas, olha só, não permitas que ela fique chorando lágrima derramada, solta ela...o tempo é precioso demais, para estancar ali!!...

Beijokas

Eli disse...

mfc

Será que volta?!

hehehe




nuvemdoce

Obrigada pelo teu comentário. Valeu bastante! Gosto muito de ler comentários assim, elaborados!

:)

Anónimo disse...

E adormeceste assim, sem lavar os dentinhos?!
As coisas que o amor , ou o libertar um amor , faz!
:))


em_segredo

Eli disse...

em_segredo

Melhor melhor seria vivê-lo, em vez de o ver sempre adiado.

:)