Agora nem nómada, nem emigrante.


sábado, fevereiro 26, 2011

Sobre as Gordinhas

Encontrei o texto que passo a citar num blogue. Li este post e achei que ficava lindamente aqui, simplesmente porque me apetece. Está escrito em português do Brasil, mas com o novo acordo ortográfico, ficam poucas as diferenças. Talvez choque alguns. Quem estiver de dieta, não leia por favor. Depois não digam que não adverti os(as) mais sensíveis!



A preferência pelas gordinhas, dizem os psicanalistas, reside na sensualidade natural que possuem, ao contrário das magras, cada vez mais masculinas.

Teorias e opiniões que tentam explicar o poder de sedução das gordinhas sobre alguns homens não faltam. Para o psicanalista Paulo Sauberman, todo esse apelo pode ter na origem o fato de essas mulheres serem extremamente sensuais e femininas, ao contrário das magras, que ficam cada vez mais masculinas ao tentarem se adequar aos padrões de beleza mais modernos.

“As gordinhas possuem curvas bem femininas e pele macia. Já as mulheres mais magras estão perdendo a cintura, fazendo musculação e trabalhando o abdômen. Alguns homens podem estar rejeitando esse novo padrão estético feminino, extremamente masculino (e em alguns casos assexuado) e se interessando pelas mulheres que ainda conservam sua feminilidade. Nesse caso, as gordinhas certamente estão em vantagem”, conta.

OBRAS DE ARTE – Sauberman diz ainda que o fato de que, em outros períodos históricos, como a Renascença, o padrão de beleza feminina ter sido baseado nas gordurinhas em excesso mostra que o fascínio por esse tipo de corpo não é novo. “A gordura, durante muitos anos, foi sinónimo de beleza e sensualidade. Grandes obras de arte retratam isso. A preferência de alguns homens de hoje por esse padrão pode mostrar também que nem tudo mudou com o tempo. O corpo magro pode até ser o símbolo atual, mas o importante é que há espaço para todos os gostos”.

Já para a psicanalista Ana Lúcia Melgaço, os homens que procuram as mulheres mais gordas podem estar procurando na verdade uma relação de aconchego e de proteção.

“As mulheres mais gordas inspiram o colo, o conforto e a figura materna. Algumas esculturas populares, inclusive, transformam mulheres mais gordas no encosto de um sofá, o que indica a tendência. Isso não significa, no entanto, que esses homens estejam procurando uma mãe para suas relações, mas a sensação de proteção que as gordinhas proporcionam pode ser um elemento de sedução”, diz.

Segundo Ana, outro possível desejo dos homens baseado nas mulheres mais gordas é o da fartura. “Neste caso, os seios grandes e fartos são o símbolo maior. As gordinhas inspiram abundância e isso pode ser extremamente atraente”.

Homens declaram seu amor pelas cheiinhas e ressaltam: a silhueta fina de top model não tem nada de sensual.

A empresária Elizabeth Gomes, de 1,56m de altura e 88kg, ficou curiosa quando uma de suas amigas disse que tinha um irmão que adorava namorar mulheres gordinhas. Como ela também tem gordurinhas em excesso e estava sozinha, resolveu marcar um encontro para conhecê-lo. O resultado não poderia ser melhor: um namoro que já dura quatro meses.

“Foi paixão total à primeira vista. Ele é tudo que eu sonhei. Outro dia, apareceu com uma torta de chocolate para mim. Eu logo recusei, dizendo que estava de regime. Sabe o que ele fez? Disse que tinha trazido a torta porque eu precisava manter o meu corpinho! Agora ele vive me trazendo tortas de presente. Diz que faz isso para eu manter a forma”, conta.

O namorado de Elizabeth não é o único homem a se declarar fã das mulheres gordinhas. Para muitos, a silhueta esquálida das top models está longe de ser atraente. “Sexy mesmo é aquela curvinha, que revela a gula bem feminina. Minha namorada é linda e cheia de vitalidade. Além disso, tem uma simpatia e um sorriso que são raros em pessoas magras, que se torturam em regimes e vivem de mau humor. Não a trocaria por nenhuma modelo escultural”, diz o empresário Roberto Torres dos Santos, que namora a administradora Érica Monteiro de Souza, com 1,60m de altura e 98kg.

Ele tanto insistiu que a namorada desistiu dos regimes que fazia há mais de dez anos: “Sempre digo que gosto dela do jeito que ela é. De que adianta sofrer para emagrecer e perder junto o brilho do sorriso? Ela é linda e não precisa perder peso”.

MAGRAS ESNOBES – Muita gente famosa também vê atrativos pelo excesso de peso. Para o ator Caio Blat, as gordinhas têm uma sedução especial: “Não acho que a aparência é fundamental em um relacionamento amoroso, mas confesso que as meninas gordinhas esbanjam sensualidade e simpatia e isso é importante. Muita garota magra e linda não consegue ser assim”, comenta.

Já a atriz Marilena Cury, orgulhosa em mostrar seu excesso de peso, diz que muitos homens se sentem atraídos por essas mulheres porque as mais magras são, em geral, bem mais esnobes.

“Os homens adoram sexo e as gordinhas sabem disso. É por isso que nós fazemos o maior sucesso. Já as mulheres mais magras gostam de ser mais difíceis”, conta.

PRECONCEITO – Marilena diz que não tem problemas com o excesso de peso e sempre se acha bonita na frente do espelho. “Sou extremamente sexy e muitos homens concordam comigo. Adoro ser gorda, adoro sexo e estou muito bem comigo. Esse é um dos segredos de ser sedutora e atraente”, diz.

A apresentadora Silvia Poppovic diz que o mais importante é que muitos homens estão largando o preconceito e assumindo que gostam mesmo das mais cheinhas.

“Isso é muito positivo. O padrão de beleza atual, de mulheres magras demais, está completamente fora da realidade. Muitos homens estão assumindo que gostam mesmo é de carne e boas curvas e mostrando para as mulheres que não é fundamental seguir a tendência da moda”.

Mas Marilena Cury diz, no entanto, que nem todos os homens conseguiram superar os preconceitos. “Conheço gente que adora mulher gordinha, mas tem vergonha de ir à praia com ela ou de sair na rua. Bom mesmo é mostrar aquela loira de corpo escultural para os amigos. Nos Estados Unidos, por exemplo, esse é um preconceito que praticamente não existe mais”.

Leonardo Valente



Agora, vou só ali comer um chocolatinho e já volto para ler e responder aos vossos comentários.

HEHEHEHEHEHE

Eli

:)



18 comentários:

Sus disse...

Confesso que sou magra, mas não é por fazer regime, é da minha natureza porque um dos meus maiores prazeres é comer. ihihihih

Não sei se tudo o que está escrito será verdade, mas que qualquer mulher que se sinta bem com ela mesma, e que irradie felicidade interior é capaz de cativar, independentemente do aspecto fisico.

Beijinhos :)
Bom fim de semana

Eli disse...

Sus

"Cada um puxa a brasa à sua sardinha." Concordo contigo.

:)

Oficial e Cavalheiro disse...

Essa teoria também se aplica aos gordinhos???

Eli disse...

Oficial e Cavalheiro

Estas teorias aplicam-se a quem quisermos aplicar. Sem generalizações em ambos os casos, a minha resposta é afirmativa.

:)

Natália Augusto disse...

Já fui realmente magra porém, com o passar do tempo e por causa da medicação, ganhei uns quilinhos. Por essa razão, estou sempre a fazer dietas e ater cuidado com o que como.
Não obstante o que já referi, a gordurinha sempre foi sinal de formosusa. Basta atentar nos quadros do clacissismo, do realismo e outros movimentos artísticos.


Gostei de te revisitar.

Beijos Eli

Eli disse...

Natália Augusto

Obrigada pela partilha. Penso que independentemente do tamanho, a real formosura está na maneira de ser e contra isso os argumentos não conseguem prevalecer.

:)

Nilson Barcelli disse...

Há um dito muito antigo que diz:
Gordura é formusura
Até aos anos 30/40 do século passado, era assim. Para além disso, a cor da pele também era importante, pois quanto mais brancas mais as mulheres eram apreciadas (as morenas eram do campo...).
Confesso que não aprecio as mulheres muito magras. Acho que devem ser magras, mas com o peso normal, isto é, mantendo as formas femininas.
Mas este tema é inesgotável...
Beijos, querida amiga.

Eli disse...

Nilson Barcelli

Sim, é inesgotável, mas sem deixar de ser pertinente! Obrigada pela tua opinião.

:)

Sonhadora disse...

Minha querida

Eu sou magra, não faço dieta, mas fui sempre assim.
quanto às gordinhas desde que se sintam bem de saúde e com elas próprias o resto não interessa.
Muito interessante este texto.
Agradeço a sua visita e volte sempre é um prazer.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Eli disse...

Sonhadora

Nada contra as magras. As minhas amigas são todas magras! lol

eheheh

E lindas!

:))

Nilson Barcelli disse...

Muito pertinente, claro.
Até porque há muitas mulheres a cometerem verdadeiras loucuras para ficar demasiado magras...
Querida amiga Eli, bom resto de Domingo e boa semana.
Beijos.

Eli disse...

Nilson Barcelli

De facto. A saúde está em primeiro e nisso todos concordamos.

Bom Domingo e boa semana!

:)

mfc disse...

Se olharmos para a pintura através dos tempos veremos que nunca como hoje "as esquálidas" foram preferidas!
Mas sê-lo-ão verdadeiramente?!
Confesso-me... gosto das formas algo arredondadas, bem femininas, harmoniosamente sedutoras!
E por aqui me fico!

Eli disse...

mfc

Na verdade, as preferências variam de pessoa para pessoa. Não nos podemos é prender a uma ideia criada pelo mediatismo...

:)

Manuel Luis disse...

Quando se sai do peso aconselhado, aumenta a probabilidade de vários problemas de saúde. Tudo deve ter um limite.

Eli disse...

Manuel Luís

Tens razão. Não desprezo esse lado.

:)

Anónimo disse...

Eli, traz 2 para mim, sff. :P
:))


em_segredo

Eli disse...

em_segredo

Vem cá buscar!

lol

:)