Agora nem nómada, nem emigrante.


quarta-feira, abril 06, 2011

O jarro

Pequenos gestos, que não ignoro, mesmo que não façam a maior diferença de todas. Hoje de manhã, fui trabalhar sem vontade, sentia-me mesmo em baixo, sem forças psicológicas. Quando cheguei à sala, uma menina esperava-me com um ramo de flores colhido e amorosamente amarrado com uma prata.

- Oh, professora, aqui tem isto, porque põe nódoa, é para não se sujar.

(Sorri carinhosamente.)

Apressei-me a agradecer-lhe com beijinhos.

- Sabe o que é isto?

- Sei, é salsa!

Um jarro e salsa a fazer um raminho. Seguidamente, entregou-me uma concha em forma de coração. Naquele momento não duvidei mais, aquilo era mesmo para mim que sentia o coração assim, num estado triste, mas ela nem imaginou. Apenas foram as suas mãos puras que me trouxeram tal beleza.

Aquela flor que que só conseguia ver em tons de cinza foi ganhando cor durante o dia. Parece que o Universo adivinhou-me e conspirou para que o meu estado melhorasse. Várias pessoas (sem saberem de mim) apareceram pelos vários meios de comunicação habituais perguntando-me como estava (estou) e visivelmente a minha resposta começou a melhorar consideravelmente. Até aquela formação que pensei que hoje não me traria nada de útil me conseguiu surpreender.

Na verdade, há um brilho na minha vida que não quero que se apague. Pelo contrário, é uma luz que me faz caminhar preenchida. Assim, estou eu, pronta para a caminhada, a viagem.

Eli

:)

8 comentários:

Anónimo disse...

E está muito bem, Dª Eli.


Marco.

м♥ disse...

os miudos conseguem ser uns amores Às vezes :)

mfc disse...

É bom saber que algo de tão simples conseguiu tirar-te um sorriso!
E lembra-te... deves sorrir sempre.
Beijos.

Ciara disse...

que menina tão querida... Nada é trivial.. ;)

Oficial e Cavalheiro disse...

Ontem a minha mulher cegou a casa de rastos e disse-me que o único momento positivo do dia tinha sido o reencontro com um ex-aluno "rebelde" que fez questão de a cumprimentar e conversar um pouco, numa clara manifestação de apreço e respeito...

Hoje num dia fisicamente exigente para mim encontrei uma ex-aluna, que no desempenho da sua actividade profissional e por entre elogios de terceiros afirmou que mais não fazia do que pôr em prática os bons ensinamentos que lhe eu lhe havia transmitido...

Percebo aquilo que te vai na alma Eli. Ainda bem que tua aluna te faz sorrir. Ainda bem que lhe dás motivos para ela te fazer sorrir...

;)beijinhos e um sorriso

Anónimo disse...

Estava a fazer-se a uma boa nota, não ? lol :P
Os gestos mais simples , mais inocentes e inesperados são , tantas e tantas vezes , aqueles que chegam quando mais precisamos de um pouco de luz no nosso dia.
Fico feliz por essa menina ter tido o condão de te iluminar .
:))

em_segredo

Natália Augusto disse...

A beleza está nos pequenos grandes gestos. As crianças têm gestos puros e sinceros que alegram um coração num dia triste.

Bom fim-de-semana Eli

Eli disse...

Marco

Obrigada, Marco. Volta sempre que quiseres.

:)



M

Concordo e considero-me uma "sortuda", porque isto sim, aconteceu.

:)


mfc
O pior é quando nos custa sorrir... mas espero que não nos aconteça muitas vezes!



Ciara

É genuína..

:)




Oficial e Cavalheiro

Se formos atentos, encontramos muitas fontes de energia positiva.

:)



em_segredo

Precisamos de valorizar.

:)


Natália Augusto

Especial é ainda haver tempo para saborear estas pequenas coisas. Pena é das crianças que nunca têm opções verdadeiramente aliciantes no que toca às relações humanas...

:)