Agora nem nómada, nem emigrante.


sexta-feira, julho 13, 2012

Desenhas-me


Estou assim. Não sou nem deixo de ser. Houve tempos que me preocupava com o que sentia, sabendo eu o que sentir, ou até o que sentia (ou por quem). Agora, deambulo entre amizades incógnitas, paixões bravias, coisas que mal me fazem bem, no dia seguinte são apagadas. Foi como se tivesses desenhado um coração durante uns dias, através de palavras e, depois, um dia, quando ele estava perfeitamente visível, o tivesses apagado com uma borracha negra. Não quero mais rascunhos. Não tenho tempo de passar mais coisas a limpo. Aliás, os meus erros são riscados, corrigidos quando assim o desejo, mas existem. Escrevi-os a caneta na linha do tempo. Não me apaguem mais o sentimento. Também quero viver essa coisa do amor. "Ah e tal, vais viver, vais ter," mas por que razão quando me aproximo, logo a seguir tenho que me afastar, sofrer a ressaca, para depois voltar à promiscuidade de uma vida não oca, mas solitária. Preciso de dar aquele grito, preciso de mostrar que não sou assim tão simpática, que eu sinto ainda mais, que eu não aceito tudo e que ceder tem os dias contados.

Por favor, encontra-me. Não vês que estou cansada de tentativas e erros. Estou cansada de pequenas histórias. Eu quero uma grande história, com continuação. Eu já encontrei o amor, mas ele é que não me encontrou a mim. Não sou aquela pessoa que diz "ah é tão difícil apaixonar-me", porque é-me fácil e simples, mas estou cansada que não passe de um rascunho de felicidade. Amigos?! Sim, tenho, gosto, mas neste momento já tenho uma quantidade considerável comparativamente, ou não. Não me bastarão nunca, é certo!... Mas, não é disso que falo, só.

Eli

8 comentários:

mfc disse...

É difícil esse sorriso que buscas, mas ele vai aparecer-te!
Está é atenta...
Beijinhos,

Ciara disse...

Não sei bem o q dizer Eli, mas entendo muito bem o q sentes.. e por vezes é complexo demais para se descrever.. Tenta sorrir e pensa que tudo acontece por uma razão, precisas de estar em paz ctg mesma..

Buxexinhas disse...

"Não sou nem deixo de ser." Ora aí está uma frase marcante... Há breves instantes na vida que seremos sempre esta frase... O Amor vai encontrar-te Eli... O problema é que nunca é no tempo que queremos... É quando ele achar que será a altura certa... Fé! :) Beijinhos ;)

CurlyGirl disse...

Gostei tanto de ler isto. Identifiquei-me com algumas coisas. Ele vai encontrar-te. Acredita. Eu acredito. =)

Eli disse...

Mfc

Obrigada, sempre atento! :))

Eli disse...

Ciara, e é na complexidade que está a piada! :)

Eli disse...

Buxexinhas

Sem querer saber do amor, queremos saber de outras coisas muiiiiiiito boas! :)

Eli disse...

CurlyGirl Seja ele quem for! :))