Agora nem nómada, nem emigrante.


segunda-feira, julho 09, 2012

O amor acontece #11 (por Ciara)


«Era noite. Estava quente. A luz da lua trespassava o vidro do carro e estes embaciados já não permitiam que o exterior fosse visível... A música conduzia as nossas mãos embora parecesse que já não mais a ouviamos.
E se fosses tu? Se fosses tu que te entregasses assim, que faria eu? Quantas lágrimas escorreriam pelo meu rosto quente? E por quanto tempo ficariam as minhas mãos congeladas e o meu coração perdido no Mundo?
É incrível a dimensão da confusão que ia na minha cabeça... O teu cheiro, o teu toque, trazes o pior de mim ao de cima...
Odeio-te!
O teu abraço, o teu beijo que me confortam nalguns momentos...
Amo-te!
Talvez fosse melhor não repetir-mos... Desaparece daqui, voa com a lua e não mais voltes!
Espera... Fica, dorme comigo e acaricia-me até adormecer por mais uma noite!
Não digas nada, irrita-me o simples som da tua voz, repugna-me o modo como me olhas...
Mas peço-te, sorri comigo mais uma vez, embrulha-me no teu olhar e sussura-me ao ouvido...
Diz que não me queres mais, que já não é o mesmo sentimento, que me usaste... E diz... Diz ao mesmo tempo que sou a mulher da tua vida, pede-me de joelhos que seja para sempre e dá-me um beijo apaixonado, o melhor que tiveres!
O que é isto? Não sei, acho que se chama amor e em qualquer lugar, de qualquer jeito, sob qualquer forma... Ele acontece!»


Ciara.




P.S. Shame on me, desta vez não fiz um comentário. Estou aqui para redimir-me. Pensei eu que a Ciara tinha estado tão inspirada que eu não viria aqui fazer nada ao comentar. No entanto, neste momento sinto que ainda não lhe agradeci o suficiente, daí estar aqui agora a abraçá-la com carinho. Obrigada.

Eli

8 comentários:

Ciara disse...

Obrigada Eli :)

Eli disse...

O gosto é todo meu!

:)

Aliás, desta vez nem comentário final fiz!

Ciara disse...

pois eu entendi, embora nao tenha percebido muito bem o porquê eheh

Eli disse...

Ciara

Era uma coisa de sentires, entre cumplicidades e perceções. Nada que o justifique, portanto, resolvi fazer um P.S., pois então!

:))

mfc disse...

Um texto lindo, introspectivo onde as contradições se assumem com uma naturalidade imensa!

beijos,

Ciara disse...

mfc

Obrigada pelas palavras, é disso mesmo q se trata o amor :)

Eli disse...

mfc

Obrigada pela presença marcante e simpática! :)

Eli disse...

Ciara, eu é que agradeço muito! :)