Agora nem nómada, nem emigrante.


sexta-feira, março 31, 2006

Ergue-te

E... no tombar dos sinos
Badaladas serei
E... ao chegar o fim,
Silêncios romperei

Não me fui embora,
Ainda.
Não me deixaste

Numa das pressões do fantasmagórico cenário
Fingi-me bela... alma poderosa

No chão te prostraste
Abusando do abecedário

Para que a poesia moribunda e manhosa
Me obrigasse a ver cor

Andando em círculos...
À volta de
"não"
Apenas esse tambor
Tocaria vezes sem fim
Para eu acreditar na recusa do Amor
O que um anjo deleita
Sofre, mas rejeita.

Sabes da tua alma feminina... de amigo...
Sei eu, mas não conto, nem a ti
Pois, esse caminho que faço contigo
Escolheste caminhar sozinho

Quando as lágrimas o forem
...essas que não vês, sente-las.
Quando me deixares cartas embalsamadas...
Saberás, no sentir, que a entrega pode ser maior
Mesmo não engendrada nome do Amor.


Eli

:)

47 comentários:

blue note disse...

Hipnotizas o meu sentir... nesse caminho que trilhas do amor sózinha acompanhada...

a dor de não se ser inteira porque duas metades juntas. Ironia deleite puro prazer de ser mais do que o lugar a encontrar.

abraço-te Amiga
e dou-te o beijo que sorri!

Dani disse...

Eu... ainda é tão cedo... estou ainda, talvez, demasiado dormente para atingir o elevado objectivo que aqui propões. Ou então sou mesmo, talvez, demasiado distraído...

BloodyMary disse...

E por tudo isto, anseias vê-lo erguido e ouvir, no verso de ti, um bater de asas simétrico de sentir.

Muito bonito.

Um beijo*

Pipas disse...

Olá...
Descobri o teu blog e vou passar a vir aqui visitar-te sempre.
Adorei...

Nuno Costa disse...

Erguer, caminhar de cabeça erguida e conseguir chegar onde queremos... Parabéns por mais um post excelente!

Bjinhos

Kalinka disse...

ESCOLHESTE CAMINHAR SOZINHO...
esta frase arrepiou-me e adorei toda a tua poesia.
Cada vez que aqui passo, surpreendo-me com as tuas belíssimas poesias, qual delas a mais bonita? Todas BELAS.
PARABÉNS ELI.

Quando puderes visita-me, beijokas.

Magia disse...

A tua sensibilidade toca-me de cada vez que te venho espreitar...mesmo naquelas vezes que aqui venho só admirar as tuas palavras e saio em silêncio.
Hoje resolvi deixar-te um rasto de magia, beijo doce e votos de um bom fim de semana!!!!

Neith disse...

Bem Eli, este teu poema é deveras sensivel e profundo...num fundo negro derramas aqui as emoções de forma fluída, como as águas que correm no rio. Um beijo enorme e votos de um bom fim de semana :)

mixtu disse...

...caminhar sozinho...
há momentos que não temos alguem ou um cajado para nos acompanhar...
jinhos

Clife disse...

Este é "hipnotizante" mesmo...

tem tanto pra decifrar, tanto de ti - c/o td que escreves - e se gosto quando escreves daquelas estórias, então quando escreves assim reflicto nesta tua capacidade que é mais dom do que uma vontade pra dar-nos coisas pra desvendar, decifrar... descodificar... tu, que te ergues, pois no fundo não há lugar pra anjos assim.

(: ***

Beatriz disse...

... há um certo deleite no platonismo, nesse teu romancismo tão levado a sério.Mas não deixa de ser amargo, em si ou em algumas das previsões que deixa...
Foge da "recusa do Amor". Escrevem-se coisas lindas com ela, mas não compensam o que te eventualmente te magoa

abraço amigo

little_blue_sheep disse...

:D
gostei!
bjokas e bom fim-de-semana!

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Cada vez apetece mais pasar por aqui e deliciar-me com o calor que as tuas palavras emanam.
Bjx e bom fim de semana

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

ups *passar :$
Bjx

Santinha disse...

;););)

Amaral disse...

Como se ergue alguém, após caminhada agreste?... Deambulo pelo poema, afago um verso e rebolo envolto, vestido de cheiro doce, colado ao calor duma palavra rufada pelo caminho… Fingiste a beleza da beleza que escondeste…

Cal disse...

Como você lida com o seu temperamento? O que tem feito com seus pensamentos emocionalizados? Você tem dado atenção à sua criança interior?
Parabéns pelo teu espaço. Bons temas.

Musician disse...

Venho deixar-te um grande beijinho e bom fim de semana.
Beijinho*

Um outro olhar disse...

caminhar sózinho
é uma opção, mas existem melhores a considerar
....

:)

mixtu disse...

Eli, gosto de ti...
acreditaste, dia 1 de abril, lol

moon between golden stars disse...

Abraço-te nesse ergeur mágico!

molotov disse...

B'tarde Eli. Ergui-me e ressuscitei. Bjinho.

Marisela disse...

Levantei-me... doce sensação.
Bom fim de semana, renascendo nas palavras que tão bem depositas na tela.

beijinho, Marisela, tenho um novo espaço- chega-te a mim e deixa-te estar

Apeles_E disse...

"Saberás, no sentir, que a entrega pode ser maior
Mesmo não engendrada nome do Amor."

este vai ser assim o pensamento do dia ^^ de tão bonito e verdadeiro que é! *

miosotis disse...

Eli, escreves lindamente! Tens uma sensibilidade extraodinariamente 'sentida'!
Teu poema, diria quase ultra-romântico, por isso mm triste e com sabor a amargura... desculpa se me engano!?

Mt obrigada por visitares meu sítio, de vez em quando, e deixares gravado teu olhar :)

Bom f-s!
bj

B r Ï z a disse...

once again another amazing post. though I do not leave any footprints, I do tread your blog. Wishing you a great weekend. huggs

mixtu disse...

Elí,
uma anedota num comment sobre os pescadores dos açores,
besitos e bueno fin de semana

Miguel... disse...

Lindo...

luz azul disse...

Mais um fim de semana ,mais vez que a qui estou para ler os teus posts ,como sempre saio do teu blogge com com sensaçao de liberdade.... beijos e uma boa semana..


ps:obrigada pela visita ,adorei o commentario...

Anónimo disse...

As palavras que partilhas enchem o caminho que traças, mesmo sozinha, nunca o realmente estás...


Ron
Filos

Dreamer disse...

Genail, cara elis, há muito tempo que aqui não vinha, não tenho tido muito tempo, cheio de trabalho,e vou começar a trabalhar segunda-feira, mas é sempre bom voltar, reconfortante... beijos

Dreamer disse...

Genail, cara elis, há muito tempo que aqui não vinha, não tenho tido muito tempo, cheio de trabalho,e vou começar a trabalhar segunda-feira, mas é sempre bom voltar, reconfortante... beijos

Dreamer disse...

Genail, cara elis, há muito tempo que aqui não vinha, não tenho tido muito tempo, cheio de trabalho,e vou começar a trabalhar segunda-feira, mas é sempre bom voltar, reconfortante... beijos

Isa&Luis disse...

Belissimo poema repleto de uma torrente de sentimentos.

Bom fim de semana


Jinho

Isa

GNM disse...

escreve-se sobre amor como se existisse!
Como se fosse algo detido na palma da mão,
Pedido emprestado, roubado, comprado,
Demonstrado no vértice das palavras,
Anunciado com arrebatação do interior
Do bosque inóspito que somos.

Tudo são feridas encerradas
Nos aneís de fogo que assombram
As paisagens por conquistar.
Na linha universal do horizonte
Está escrito que o mecanismo puro
A que chamamos amor,
Não é mais que um fugaz acaso,
Uma alucinação errante,
Condenada desde sempre
Ao esquecimento.

Deixo-te um sorriso de bom fds...

Alexandre o Grande disse...

Gostei de pousar aqui!

Já tens mais um fã!

Alien disse...

[Contacto estabelecido.]


"Oitavo passageiro" a bordo!


[estabeleça contacto...]

Palavras Soltas disse...

Continua sempre a valer a pena perder-me pelo teus espaço.. pelas tuas palavras que de ao acaso não têm nada, são carregadas de sentimentos... SEMPRE!!!

Anjo Nocturno disse...

Permite-me o comentário.Muito bonito este espaço.

LagriSangMort disse...

Adorei o poema...está lindissimo:)
vou-te adicionar espero que nao te importes****

Sea disse...

Hoje estou meio... sem palavras... e ler este poema... sem palavras.
Bom domingo

Piolha electrica disse...

e kdo vou tar ctg??? kero dar te um abraço do meu tamanho mas mto apertadinho e xeio de força!!! :)
***

Orfeu disse...

Ergue-te em Nome do Amor...Pois é esse quem te chama...e é por esse por quem respondes...
Beijinhos

Rukinha disse...

=D

JL disse...

Muito bonito.
Boa semana

Vostradeis disse...

Meu pai bondoso ergue-se do fundo esquerdo do poço

winterdarkness disse...

A minha entrega é adiada até o momento em que sejamos ambos livres; o coração já é ele que o coupa na sua maior parte. Kiss