Agora nem nómada, nem emigrante.


domingo, julho 02, 2006

Imagens

Ilha Terceira (ponto mais alto)

São imagens...
Vislumbro imagens com os olhos
Mas, não estou ali, no espaço
Estou tão longe tantas vezes

E... apesar de pensar e pensar
Sinto-me vazia sem comunicar

São filmes que se fazem na memória
Mas, fico sempre eu como observadora

E... entristeço-me tanto...
Não queria revelar essa mágoa
Pois sei que não é propositada

Mas... de que vale ensinar o coração?!
Tantas tentativas e espero...

Eli

:)

E sorrio porque confio em ti.

31 comentários:

Dani disse...

E pões um sorriso nos lábios, e voltas a tentar, porque a beleza que te preenche, é demasiado grande para ficar retida em ti.

Beijinhos

Musician disse...

E que nunca percas a confiança e o sentir!
Um beijinho*

miosotis disse...

Nunca te 'li' tão triste!! Talvez q seja apenas melancolia literária...

Semana linda!

MiguelGomes disse...

Vale ensinar o coração, para que ele à rebeldia nos arrebate o sentimento com a emoção e nos leve para lá, sem retorno, aos filmes que se fazem na memória...

Fica bem,
Miguel

Miguel disse...

Querida Eli:

O meu silêncio foi longo mas hoje finalmente quebrou-se :) Tenho andado arredado destas lides mas não tenho deixado de acompanhar o teu espaço, não obstante a ausência de comentários. Mantenho a mesma perspectiva desde o início: continuo a gostar do que leio e das sensações que isso me transmite. Parabéns. Continua :)

Beijinhos

Miguel

blue note disse...

:))

....


Beijos sempre

Bel disse...

Tens sorte em confiar
boa semana

Clife disse...

Há dias em que paramos de caminhar nesse deserto que percorremos e sentamo-nos à espera que de algum modo uma ajuda divina se abra no horizonte, porem restam somente miragens e quando a sede aperta levantamo-nos de novo em busca do Oasis, porque a vontade de viver em anjos é mt maior do que a de morrer ;) *

little_blue_sheep disse...

:D
bjinho grande!

JL disse...

Não vale ensinar o coração? Claro que vale :-)

Já agora: Leio os comentários todos ;-)
Um beijo e boa semana

pensamentos do joão disse...

Acredito que tens mto para dar,
e receber,mas um sorriso do teu ser e de quem o valha te dar, irás ser o quanto necessitares,feliz ;)
bela foto :)
um beijo eli ;)
sorri mto :)

relatosdeumruivo disse...

Talvez o coração não seja para ser ensinado. Deixa-o viver tudo e vive tu também! Porque a melancolia não tem de ser triste...
Um sorriso.

:)

Dani disse...

E como foi o vulcão de novo? Essa também me interessa!

Beijinhos

alice disse...

querida eli,

acabei de falar sobre a terceira com uma pessoa que me vendeu uma seda indiana belíssima, uma tela com ameixas, fiquei com vontade de conhecer, adorei a tua foto e as tuas palavras

beijinhos,

alice

Um outro olhar disse...

ensinar o coração é ensinar-nos a nós

estamos sempre a aprender, às vezes custa muito

...

:)

filos disse...

Procurar...
Procurar quem nos há-de encontrar...
Procurar entre veus de memórias a certeza de um futuro mais risonho,
onde possas encontrar...
mas nunca deixar de procurar... procurar...

GK disse...

Do something about it!!!

Rukinha disse...

lindo =)

Rukinha disse...

lindo =)

Daniel Aladiah disse...

Querida Eli
Não se consegue ensinar o coração. Quando muito calá-lo pela razão, empederni-lo com a realidade, mas dizer-lhe como sentir... não.
Um beijo
Daniel

Salvador disse...

Deixas-me a pensar, bem preciso

:)

bjs

Carla disse...

Linda essa ilha,ja ai estive,mesmo ai,mas num dia de felicidade,onde a tristeza não existia e a hipocrisia eu não aceitava...hoje em dia,vejo-me nesse ponto mais alto com a melancolia de um dia voltar com felicidade!

sorrio-te Eli

Apeles_E disse...

"ensinar o coração"?

Carlos disse...

pega numa flor

a mais linda do teu jardim

e com carinho dá a quem amas,

Pega um sorriso,

aquele sorriso franco e doe

a um amigo que está triste

pega um raio de luz e esperança ,

uma rosa branca, fala de paz ...

fala da ternura , fala do amor

fala da vida , da flor que desabrochou

da criança que acabou de nascer em Ti...

podes mudar o mundo

Só Tu ...

Joaquim Amândio Santos disse...

tentativas:

esses pedaços únicos que traçam os contornos da emoção que ritma a nossa vida...

Kalinka disse...

ELI
Chego aqui e sinto-te melancólica, será? ou sou eu que não entendi?
AMIGA, quantas e quantas vezes eu também vislumbro imagens com os olhos...Mas, não estou ali, no espaço.Estou tão longe tantas vezes
Pois, as tuas palavras são certas e sinto-as como se fosse eu a escrevê-las:
E... apesar de pensar e pensar
Sinto-me vazia sem comunicar
E... entristeço-me tanto...
São MOMENTOS da nossa Vida.
Uns melhores e outros menos bons, mas com Fé que venham muitos e bons
Beijokas com carinho.

Joaquim Amândio Santos disse...

hoje as minhas palavras sussuraram-me:

"
quando sinto o toque de teus dedos traquinas nas células frémitas da minha pele, encanta-me a obrigação de fechar os meus olhos ao mundo.
sei então onde reside o segredo do encantamento.
na tua linguagem. construída meticulosamente nas regras da sedução.
"

JAS


Saudações literárias!

Magia disse...

Mas de que vale enganar o coração e fintar a saudade?

Beijos de Magia

GNM disse...

E um grande sorriso para ti!

CHUAAKK!

Amaral disse...

Como foi que ainda não tinha vindo aqui?
Uma falha indesculpável.
No caminho de cada um, abertas as clareiras das possibilidades, temos as escolhas estendidas na nossa frente, com as consequências já assinaladas...
O universo é um palco imenso onde tudo está gravado à espera de cada um para um manjar divino...

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it »