Agora nem nómada, nem emigrante.


terça-feira, agosto 08, 2006

Retorno ao lugar

Quando nos vemos rodeados de gente, temos tendência para nos "perdermos" e nos distrairmos das faces. Há um espaço dentro de cada um que é só seu. Não vale a pena arrastá-lo para as tentativas de não solidão. Esse lugar só quer o escuro, mas o negro não é apenas um escape, mas um refúgio que já vai longo de tanto se imperar...
Uma vez disse "mais valia nunca deixar de estar sozinha". Estava em tamanho sofrimento, que parecia que não tinha o meu lugar, onde estar apenas eu!
Quando é que deixei de me identificar comigo mesma e passei a projectar-me para o outro?! Gostei assim tanto dele, que parecia ter perdido o chão, quando ele se retirou?!
Será que as cenas deste teatro serão sempre o mais difícil de representar?!
Estaria apenas à espera que ele representasse o seu papel?!
Esperar...
Um homem que chega de olhos fechados e se deixa embalar por mim, que se deixou comover, que se sentiu desejado... será que eu não vi o que ele viu e não entendi?!
Poderia ele ter optado por me escolher, apaixonando-se... e por me abandonar?!
Ora... eu fiz o meu papel e... mais uma vez retorno ao meu lugar sombrio para tantos, mas meu, onde ninguém entra.
Decidi que os sonhos no ar não constroem nada e não aprendi nada... quiçá...
Só quero estar EU.
E... só assim estou bem!
Incrível! Como é que queremos estar melhor e nos deixamos levar, abandonando a frieza que nos protege, para depois tentar encontrar apenas o caminho de antes, mas não finjo que nada aconteceu, por mais que consiga ignorar.
E... volto-me a mim, num sorriso tão enorme, que não cabe em mim a felicidade de me recuperar. E... continuo assim, Eu.
:)

6 comentários:

Nelsinho disse...

Sonhos são sempre edificados no espaço!
E por isso são voláteis, a não ser que...
Tenhamos carisma para lutar por sua materialização.

Feridas de amor são doloridas, sofridas,
Como demoram pra cicatrizar, essas feridas!
Mas nada acontece por acaso em nossas vidas...

Elinda,

Não lamentes, porque nada perdeste!
Os teus ganhos virão logo, logo!

Nelsinho

.*.Magia.*. disse...

Minha querida Eli, e enquanto te sentires e quiseres ser tu...estás bem acompanhada...aliás é a melhor das nossas companhias...

O nosso eu...!

Beijinhos Mágicos

Ana P. disse...

Estamos na mesma fase.
E digo-te que assim k nos libertamos desses homens que não nos merecem, sentimo-nos invadidas por raios de sol.

Eu sinto-me fresca, renovada, feliz...

Beijinho

Santinha disse...

E é assi que tens que continuar a ser.....

Porque tu és TU, e és única~.

Beijocas

PS-Miss you ;)

Apeles_E disse...

n m sinto bem para comentar o enorme talento que possuis para a escrita neste post angustiado.

concordo c mt do que escreveste. e percebo. e dou-t um beijinho pa q tudo passe mais rápido. *

Clife disse...

Onde alguém bem pertinho de ti me lembrou que 2o bom filho à casa retorna"... hj relembro-te a ti =) *