Agora nem nómada, nem emigrante.


quarta-feira, maio 23, 2007

A ilha


- Sonhas?
- Sim, sonho. Porquê?
.
E fechou os olhos para descobrir nos seus sonhos uma resposta para essa atitude tão natural, sem opções, sem decisões.
.
A Decisão
.
Num dia qualquer, porque as datas são comidas vivas por memórias esquecidas, decido. O "rap" deseja uma inpiração fugaz e a atitude passa a ser uma cobra envenenada... Há uma capacidade de fazer que quer acabar com a possível ilusão e está disposta a passar para uma realidade que quer saborear como se não houvesse mais destino nenhum nas suas pernas. E se não acontecer?! Cinquenta por cento de vida e cinquenta por cento de morte numa decisão?! Morte da angústia. Passagem... mudança. Sorrisos cúmplices em cinquenta por cento de vida. Mas, nem sempre a totalidade é um número e eu acredito.
.
Não queria esta ilha... Não... ;)
.
Eli
.
:)
.
P.S. Imagem de Eli.

12 comentários:

Anónimo disse...

Caro(a)s Bloggers,


A NEGRA TINTA EDITORIAL tem o grato prazer de lançar a obra “CÂMARA ESCURA (revelação), do poeta Joaquim Amândio Santos, com prefácio de António Lobo Xavier.

Sendo esta obra mais um trabalho nascido de um escritor cuja carreira foi lançada na blogosfera, a exemplo das edições previstas e possíveis no futuro próximo desta editora, será importante contarmos com a honra da presença de bloggers nas diversas acções de lançamento da obra.

Nesse sentido, solicitávamos indicação de morada ou preferência por receber o convite por mail para negratinta@gmail.com, bem como qual dos eventos escolhem para nos honrar com a sua presença.

Lançamento e Apresentações:

31 de Maio Funchal
8 de Junho Penafiel
14 de Junho FNAC Norteshopping, Porto
28 de Junho FNAC Chiado, Lisboa
5 de Julho FNAC Coimbra


Aproveitámos ainda para solicitar que qualquer manuscrito que entendam colocar à consideração desta editora para possível publicação, seja enviado por este mail, ao meu cuidado, estando previsto editarmos até 4 obras, nascidas na blogosfera, até Março de 2008.

Saudações Literárias,

Nélia Maria Pereira
Edições e Comunicação
NEGRA TINTA EDITORIAL

mixtu disse...

Eli,
ilha, não a querias mas é uma dádida... a nossa terra é aquela que nos dá o trabalho, e já agora podes aproveitar e casa aí com um açoreano, yayaya...

mixtu disse...

sobre os sonhos... nunca me recordo deles, durmo com uma pedra na cabeça, yayay
fui... para os copos, não te cpnvido pois não quero ilhéus a correr a trás de mim, já não tenho saúde
yayaya

susana - aveiro disse...

Sonhos??
Sonhos/pesadelos é comigo! Repetidos, fantasiosos, realistas ou até com capitulos...
Os meus sonhos falam comigo e por isso vou logo à descoberta do seu enigma! Têm-me ajudado a perceber coisas:)
Eu gosto de sonhar, mas nem sempre os sonhos trazem bons presságios.
Os piores são os da dentição...repetidos, continuados, e em tempos diários...e segue-se o pior...tu sabes.
bjs

tania disse...

só kero deixar um * grande grande!!!
vemo nos em breve, sim?!?
***

Sei que existes disse...

Gostei do que escreveste! Eu sonho imenso!...
Beijos

MiguelGomes disse...

Bom fim-de-semana :)
Miguel

PoesiaMGD disse...

Continuas com uma escrita fantástica! parabéns!
Um abraço

Daniel Aladiah disse...

Aposta nos 50% de mudança! :)
Um beijo
Daniel

antonior disse...

Uma ilha também é um espaço de sonho...um espaço sonhado, de uma forma ou de outra. E acerca de sonhos há o mundo digital dos matrixes e dos contos do Borges, em que nunca sabemos quando estamos acordados. E essa é verdadeiramente, a essência da vida...

Senhora das Águas disse...

Hmm que lindo...

PoesiaMGD disse...

É bom sonhar, é bom vir aqui...
bj