Agora nem nómada, nem emigrante.


terça-feira, julho 08, 2008

Autobiografia


É chegada a altura de abrir as portas deste blogue a todos. Até agora apenas visitaram esta página as pessoas que eu "seleccionei", ou que vieram cá parar através de outros blogues. Dos que são meus conhecidos só permiti a entrada a apenas a alguns, aqueles que considerei merecedores de tal partilha.

Hoje, venho dizer que este blogue se vai tornar público, uma vez que vou começar a fazer "promoção" junto de quem julgo minimamente interessado em ler algo o que se escreve por aqui.

Aproveito para agradecer a todos os que já pararam neste meu espaço, que me deram apoio, foram sinceros e principalmente aos que comentaram, pois gosto que se façam notar e agradeço todas as opiniões.

Venho apresentar a minha Autobiografia. Agradeço a todos os que colaboraram, pois solicitei ajuda a muitos, uns que me conhecem mais, outros menos, mas é um pouco difícil falar de mim (confessaram) e por isso mesmo aprecio consideravelmente o esforço!!!
Assim sendo...


Autobiografia de Eli Rodrigues

Tive sempre um gosto especial pela escrita. Na vida, lutar foi a constante, que me levou a viajar em busca de mais e mais... Nasci em mil novecentos e oitenta e um, na zona de Lafões. O local mais longínquo que conheci e onde morei: Açores. Construí pontes por onde passei e permaneci.
Dizem que estou sempre disposta a ajudar os outros com palavras e acções, que sou uma força da Natureza, um exemplo, conselheira, impulsiva, reservada, descomplexada, livre, dedicada e de gargalhada solta. Sou uma apaixonada pelas palavras e pelos pequenos prazeres da vida, alguém que divaga com um sorriso. As minhas vivências encontram-se envoltas num delicioso mistério… Sou uma guardadora de segredos. Referem que, em jeito de história de faz de conta, traço em contos várias facetas, como se de personagens distintas… O que dá sabor à minha vida é o que sinto. Assim, o que mantenho de mais especial, é o amor com pessoas fantásticas. A minha inspiração provém dessa sensibilidade. Vivo com alma e sou eu mesma em tudo o que faço. Não lamento, nem choro o passado. Valorizo-o. Gosto da surpresa que o futuro supõe. Vivo o presente. Desejo prosseguir num longo e intenso percurso sentindo mais a cada momento, pois cada pegada é uma marca única na caminhada que é a minha e nunca será apagada.
:)


Seguidamente, por ordem alfabética, apresento alguns testemunhos que colaboraram e me inspiraram. Lamento não ter incluído tudo no meu texto, mas tal não foi possível devido à extensão que tomaria. Por isso, aqui vão...

(mail)
Ia falar-te de uma RECEITA DE BOLO DE CHOCOLATE: 6 ovos, 250g de açúcar, 250g de farinha de trigo, 100g de chocolate em pó... mas não é preciso quando se tem amigas tão fofas e doces como tu!
Então vou falar-te da Batalha de Ourique , aquela em que D. Afonso Henriques vence os muçulmanos e passa a intitular-se Rei... mas não é preciso quando se tem amigas fortes, batalhadoras e decididas como tu!
Sendo assim vou falar-te da vida de Educadora... mas não é preciso quando se tem amigas viajadas, prontas para uma nova aventura e que também são professoras como tu!
Engraçado como o tempo passa mas o destino arranja maneira de termos sempre alguma coisa em comum! É bom ter-te por perto com essa enorme alegria de viver! Um baldinho de momentos felizes!
Ana Paula
______________________________________

(mail)
Retrato de Bete:
Por fora e por dentro, grande.
Pequenas coisas dizem-me muito.
Pouco me interessa o que outros calam.
Dizem que tenho jeito para ensinar, escrever, rir,...
Chorar o passado não uso, reclamo antes o futuro e a surpresa.
Certeza têm os meus amigos de eu ser super
na amizade, na aventura e na coragem.

Célia

_________________________________
(mail)
Tentar expressar o que vejo em ti é ficar frente ao computador a ver o cursor piscar infinitamente, pois quando alguém possuiu uma alma como a tua é difícil encontrar as palavras certas para descrever o quão profundo é o que de mais lindo a vida revela no brilho dos teus olhos... Assim, podia perder-me em infindáveis páginas a falar de do tanto que és, da minha querida amiga (Eli)sa(bete), porém iria sempre soar a pouco, daí que deixar muito de ti envolto em mistério, guardado em segredo, é revelar realmente quem és! No entanto, seria uma espécie de pecado de olhar fatal esquecer contar que encontrar-te no percurso da minha vida foi esbater acidentalmente num guia que estava no momento certo ali onde me encontrava perdido à procura de quem sou... e os verdadeiros amigos são assim: parecem aparecer acidentalmente, por mero acaso, mas fazendo-nos suspeitar que nada acontece por acaso, pois surgem por uma razão misteriosa, mas que dá sentido ao percurso da nossa vida... E, se alguns amigos são como um guia, podemos compará-los a uma luz que nos ilumina o caminho que devemos seguir "sem medo de naufragar"... É como se fossem os pilares da ponte onde com amor ligamos o longe tornando-o mais perto quando a felicidade parece estar além no horizonte... és mais do que isso! Com a tua força suportas o peso da travessia de um amigo pelos quilómetros de distancia que ele precisar, tornando dando dessa forma a oportunidade de alcançar mil sorrisos em algo mais do que inevitável! Teu nome é sinónimo de uma verdadeira partilha entre ir e voltar, levar e deixar mais um pouco daquilo que faz sorrir! Por tudo isto e aquilo que guardo em segredo, das mil coisas que sei que possuis, destaco facilmente algumas que juntas formam os pilares que acrescentas à ponte na qual caminhei até chegar onde estou hoje... aqui, feliz!
´
Es:
Lealdade
Inteligência
Simplicidade
Alegria
Brincadeira
Esperança
Tuli
Eureca!
Clife
_____________________________________________

(SMS)
Não sei o que diga. A Betishe é uma apaixonada pelas palavras e pelos pequenos prazeres da vida. Divagadora e de gargalhada solta.

Não sei o que diga mais. Espero que gostes. Beijos

Fernando Vasques

___________________________________

(mail)
Não sei bem o k te dizer, pk tds já devem ter dito as mesmas coisas...Admiro a tua coragem e a tua força. Admiro o facto de seres descomplexada (ou pelo menos mostras isso). Admiro a tua iniciativa e nunca ficares parada, correr sempre atrás daquilo que queres. Admiro a tua sinceridade e o teu apego e lealdade aos amigos (principalmente os mais antigos). Admiro tb a tua energia. Tenho a certeza k há mais coisas, mas agora não me tá a passar pela cabeça (tou com fome).
Agora o lado B: acho-te um pouco imatura em certos aspectos (amoroso, por ex.). Acho-te um bocado desapegada da tua mãe (não consigo compreender isso). Resolves fazer um programa qq de um momento para o outro e achas k quem convidas deve estar logo disponível. Cada pessoa tem a sua vida!Bem, e acho k já chega. Espero k não fiques chateada com o lado B, mas tds nós temos coisas boas e menos boas. Gosto de ti de qq das maneiras.
Bjs e boa escrita.
Filomena Correia
__________________________________


(MSN)
em jeito de história de faz de conta

traçando em contos várias facetas

várias histórias

como se fossem personagens distintas mas no final deixando no ar a possibilidade de serem a mesma pessoa

Filos

____________________________________


(Telefonicamente)
(...)
Força da Natureza;
Sendo forte, luta pelo presente;
Sabe conquistar e vencer obstáculos;
Tipo de pessoa que toda a gente devia conhecer;
Um exemplo que transmite força;
Apoio nos momentos menos bons;
“Psicóloga” dos amigos e de quem tem necessidade de ajuda;
Solidária;
Conselheira;
Capacidade de saber estar com todos de forma carinhosa e meiga;
Sabe (…) desenvolver afectos nos outros;
Impulsiva;
Discurso agressivo e com “solavancos”;
Devia ser mais calma e ponderada sem perder o sentido dos afectos;
Demasiado fechada;
Devias abrir-te mais aos outros;
Não queiras ser heroína sem mágoa e sem dor não revelando as tuas dificuldades.

Gonçalo

___________________________________


(MSN)
podes lá escrever "muito tola"

Leta

_________________________________


(mail)
Enorme coração, sempre pronta para ouvir um amigo, esquecendo-se por vezes dela própria e das suas necessidades. Determinante e lutadora, vai em frente pelo que acredite e ultrapassa barreiras, nem sempre opta pelo caminho mais fácil e é uma maneira de colocar sempre novos desafios e principalmente ultrapassá-los. muita coisa mais podia ser dita minha linda, mas no fundo resume-se isso e adoro-te por seres alguém tão linda por dentro e por fora.

Boa sorte, espero ter ajudado
Beijocas
Lúcia

_______________________________


(mail)
Elisabete - Bete, como é conhecida entre nós -

Bondosa
Exigente com ela própria e com os outros
Trabalhadora
Eleita sobretudo, por ser lutadora.


Um beijo, Mila
_________________________________

(mail)
mas eu não te conheço...
yayayay
jinhos

Mixtu

________________________________


(SMS)
Oi amiga, estou a dar explicação, por isso não esperes que me inspire! Beijo grande e boa sorte.


Paula
________________________________


(SMS)
Boa Tarde. Com certeza a tua passagem pelos Açores é importante.


Pedro Oliveira
___________________________________


(mail)
A Bete é o que se chama uma pessoa com alma, e digo isto com toda a beleza que a palavra o tem, visto que a Bete personifica, tanto nas suas palavras como nos seus gestos a alegria que é viver com alma.
Ao longo dos anos que fui conhecendo a Bete, foi sempre uma grande Amiga, apesar de longe, esteve sempre perto nos momentos bons e maus, creio que nos dias que correm é muito difícil encontrar alguém como a Bete, dedicada, fiel, enfim, iria encher folhas e folhas de adjectivos para qualificá-la, visto serem tantos os atributos que ela dispõem.

Renato
____________________________________

(mail)
Olá!!!
Sem dúvida que vais ter que falar na tua relação com as pontes!!!
Bjinhos

Sorrisos

________________________________

(mail)
A Bete é uma 'amiguinha' que está sempre disposta a ajudar os outros com palavras e/ou acções.

A amiguinha luta pelo que quer, já alcançou alguns sonhos mas anda sempre atrás de outros que surgem.

Brota-lhe talento para a escrita quer em prosa quer em poesia.

Tem o dom da comunicação e por isso tem extrema capacidade de se relacionar com as pessoas e de ganhar a sua amizade.

A amiguinha é super-amiguinha

Susana Rocha

___________________________________

(mail)
"A Elisabete é cheia de garra, é uma lutadora. Não foge nas situações difíceis e também não é pessoa para se desviar delas, pelo contrário, enfrenta-as, aprende e cresce com elas.
Persegue sempre aquilo que mais deseja e luta pelos seus objectivos (quer sejam sonhos ou ideais). Não gosta de ficar de braços cruzados, quer ir sempre mais além."



Tânia

__________________________________

Terminando este trabalho, que valeu a pena, despeço-me de vós até um próximo "post", onde explicarei o propósito de ter tanto trabalho com uma Autobiografia!


Um abraço colectivo e um enorme sorriso.

Obrigada.
Eli
:)

34 comentários:

Amaral disse...

Foi bom, muito bom ver-te de porta aberta, de cara feliz e alegre, de alma exposta, enorme e cheia de verdade.
Isso agora, da jovem professora, Eli completa, mais perto, com mais encanto...

João C. Santos disse...

não é o abrir de braços que mais me custa...

se o toque fosse o simples encostar de dedos, nenhuma palavra teria o mesmo sentido, só o vento o mesmo barulho, quando se faz sentir nas janelas, nas portas, em latas que correm sem destino pela rua....

deixa que todos entrem...
porque só metade te vai sorrir com verdade, só uma metade de outra te vai tentar perceber, só outra metade de outra metade vai sair a pensar que te percebeu e um dia a outra metade de todas dirá que afinal é tudo muito complicado de perceber...

a resposta, não havia nada para perceber... não havia nada para ver. em cada pessoa que entra o sonho fica mais rico, mas a vida continua simples....

ps. as tuas palavras fizeram-me divagar....

Sorrisos em Alta disse...

Bem, vou ter que ir lendo isto a prestações, que isto não é uma autobiografia, é uma autobiografia-enciclopédica!

Mas aproveito a oportunidade para agradecer o facto de achares que não somos suficientemente bons para estar aqui sozitos no blog.
É porque não nos sabemos comportar, é???

Eli disse...

Amaral:

"porta aberta (...) alma exposta" realmente são novidades no que diz respeito à minha escrita sempre tão enigmática.

Obrigada por vires e te fazeres notar.

:)

Eli disse...

João C. Santos

Sim, custa abrir um espaço de nós que identificamos como reservado. Gostei das palavras inspiradas que aqui deixaste e espero contar sempre com elas!

Sobre as metades, não sei. Há muito que os amigos que aqui aparecem citados conhecem este espaço, mas apesar de alguns virem, teimam em não se fazer notar!!! Sim, mas eu entendi!

Podes explicar o seguinte: "a resposta, não havia nada para perceber..."

Ainda bem que divagaste, gosto disso!

:)

Eli disse...

Sorrisos em Alta

Não se trata de ser suficiente, pois os comentários que tenho recebido são muito bons! Já tive fases com muitos comentários e o que se pretende não é escrever para os comentários, senão, eu saberia como matê-los. No entanto, esse feedback é muito importante para mim. Esta gente toda que está na "enciclopédia" até vem e lê, mas raramente (ou nunca) comenta!!!

Viste as pontes?!

hehehe

:)

guile disse...

tenho lido as tuas escritas com atenção. adoro o teu trabalho, espero k sigas em frente pois escreves muita bem. um abraço do teu amigo GUILE

José Miguel Gomes disse...

Obrigado pelo comentário no meu blog e desculpa não passar por aqui mais vezes, mas não tem dado mesmo :(

Gostei de te conhecer melhor através do que escreveste, mas também do que escreveram "outros" sobre ti :)

Bom fim-de-semana e fica bem,
Miguel

Nelsinho disse...

Oi Elinda!

Imagino tua gargalhada solta, a força da Natureza da tua juventude impulsiva embora reservada! Imagino-te e acabo pensando que seria bom estar entre as pessoas do teu círculo.

Um beijo

Marco disse...

Importa agora saber (e ler) o que vai mudar na tua escrita (espero que mantendo a mesma qualidade), se é que tencionas mudar alguma coisa (tudo indica que sim, por aquilo que dizes). Vou aguardar com curiosidade.

Eli disse...

Guile,

não fazia a mínima ideia que vinhas passear-te por aqui e gostei muito de o saber. Espero que te faças notar mais vezes.

Obrigada :)

Eli disse...

José Miguel Gomes

Vens quando puderes e tiveres vontade! Eu também gostei muito do que escreveram sobre mim. Sabes, gosto imenso que me escrevam!!!

:))

Eli disse...

Nelsinho

De uma forma "virtual" (não gosto lá muito desta palavra), estás no meu "círculo"!

Obrigada.

:)

Eli disse...

Marco...

... não sei se a qualidade se matém quando um pouco de mistério se vai!... Porém, eu continuarei a escrever da mesma forma, pois não sei nem quero mudar aquilo que me distingue e me concerne alguma originalidade.

Sobre as mudanças, a resposta aos comentários é uma delas, pelo menos por enquanto.

Espero evoluir positivamente sem deixar de ser eu mesma.

Obrigada pelo apoio e atenção.

:)

Carla disse...

passei e gostei do que vi...acho que vou voltar muitas vezes, até porque parece que temos coisas em comum, desde logo este enorme gosto pelas palavras
boa semana
beijos

Eli disse...

Obrigada! Fico muito lisongeada com opiniões assim. Volta sempre que quiseres. Espero que as palavras fluam também para ti!

:)

Sorrisos em Alta disse...

Engenheira, eu sabia que fazias pontes!!!

O tempo não tem sido muito, mas amanhã volto a passar aqui para comentar mais um pouco.

Mas fiquei curioso: divagas comigo???
Sou sempre o último a saber tudo, pá!!!

Toma um beijo

Eli disse...

Sorrisos em Alta

O que é que tu ficaste a saber em último?! Algo que nem eu saiba sequer?!

lol

Divago com quem me fizer divagar... contigo é mais rir!!!

Dá cá esse beijo então!!!

:))

Eremit@ disse...

Eli, pois conhecia a autobiografia que enviaste para o nosso Livro Colectivo - 22 Olhares sobre 12 Palavras, a sair em Novembro, mas como de facto nos não conhecemos nada posso dizer excepto que foi uma forma curiosa de pores os/as amigas/os a falarem sobre ti e assim te enriqueceres com outros olhares. Fraterno abraço

maradias disse...

Olá amiga! Fizeste bem em "abrir as portas" aos outros...e porque n mostrares o talento q tens??
Essa coisa de ter o ascendente em Gémeos e o Sol em Peixes n é p qq um!!!Aproveita as energias q tens!!
Ondas de Luz p ti!!
Bjitos

Talk Talk disse...

Gostei de ficar a saber um pouco mais sobre ti!

Beijinhos e tudo de bom!

Koala disse...

Como uma grande amiga que é, a Bete sempre me ouviu e sempre me ajudou. Maior que o meu sentimento de gratidão é sem dúvida a amizade que nos une, que construímos, ao longo dos anos, através dos pequenos gestos e cumplicidades.
Nunca o vou esquecer.

KISS

Sorrisos em Alta disse...

Quem te fez divagar ou dipressa, devem ter sido os papás...
;o)

Amaral disse...

Deixa-me descobrir nas tuas palavras essa força de vida, essa luta constante, essa necessidade de te exteriorizares naquilo que os teus sentimentos te aconselham.
Sente-se a tua sensibilidade, a paixão do teu comunicar, a marca de cada impulso com que assinalas os teus segredos.
Eli... que se desdobra e se manifesta, agora ainda mais...

relatosdeumruivo disse...

Que pena não ter participado na tua biografia, Eli, ainda que de forma limitada...
Mas, olha, voltei. :)
Um enorme sorriso para ti.

Anónimo disse...

Para ti um grande beijinho...de quem é e sabe ser muito especial...

Beijinhos e obrigado por tudo...

http://orpheus-theatre.blogspot.com/

Eli disse...

Eremita

Sim, eu sei que a conhecias, mas eu queria era um comentário e obrigada por teres cedido ao meu pedido!!!

:)

Eli disse...

maradias

Grande sorriso. Uma participação original! Espero que continues a vir cá espreitar e deixar o teu rasto!!!

Sabe muito bem ouvir/ler que temos talento...

Beijinho

:)

Eli disse...

Amaral

Esta forma de ser e estar realmente passa por ser uma necessidade. Mas, nós necessitamos em primeiro lugar de ser nós próprios e sentirmo-nos felizes com isso. Não é com todos, nem para todos. Vivemos a nossa vida mais em torno dos "escolhidos"...

:)

Eli disse...

relatosdeumruivo

Partipas agora, se quiseres, deixando aqui o teu testemunho...

:))

Eli disse...

talk talk

... e com tudo o que tenho escrito ao longo desses anos é incrível como ainda tenho tanto a revelar!...

:)

Eli disse...

Koala

... a baba só não escorre porque os sorrisos e os gestos já falam por si. Obrigada eu por me deixares fazer parte...

:)

Eli disse...

Sorrisos...

(até já)

Eli disse...

Anónimo

Andei a passear-me por entre estes comentários e descobri que não te respondi! Grande falha, pois tu sabes que eu usei o endereço e...

... desculpa!

És especial.

:)

Lisongeada pelos teus agradecimentos...