Agora nem nómada, nem emigrante.


segunda-feira, maio 18, 2009

E se...?

Ainda de olhos mortos no horizonte redondo, descobri uma mudança na esperança e no tacto. Não estavas. A intuição tinha-me confidencializado tal numa caminhada até à compra do destino. Se não tivesses desligado, os nossos destinos encontrariam-se?! As prioridades, as falhas, as verdades... tudo é posto em causa. E eu fiquei ali ... a fio... observando as sombras enquanto o tempo passava.
"És a mulher mais corajosa que conheço."
E eu nem sabia que viver e lutar eram sinónimos de coragem. Só sei viver assim.
:)
Eli...

4 comentários:

preto [e] branco disse...

Querida Amiga,

E "És uma mulher de coragem" se continuares com insistência, lutando pelo teu desejo. Agora... o destino não se compra, deixa que ele te nasça com "naturalidade".

bj...nho

Eli disse...

Essa compra não era nesse sentido...

Obrigada pelas palavras. Dão-me força.

:)

Parapeito disse...

...é isso..nesta vida é preciso Coragem para Acreditar que vale a pena :)

Eli disse...

Parapeito

Quando nos fazem crer que isso é coragem, com uma simples constatação, sentimos que fizemos mesmo tudo e que só nos podemos sentir leves e gratificadas!

:)