Agora nem nómada, nem emigrante.


sexta-feira, julho 31, 2009

Erro

Quantos caminhos terei de percorrer mais até chegar lá?! Quantas vezes vou ter mais de me magoar?! As amizades que vou construindo sempre me fizeram sobreviver e, no mundo real, encontro vazios inexplicáveis que tento colmatar com ocupações... O tempo ocupado nem sempre rende. Tomei algumas decisões baseadas em atitudes mal (ou nã0) pensadas e... não irás sentir a minha falta, pois, se desligares a net, eu deixarei de existir.
.
Eli

14 comentários:

Anónimo disse...

ninguém deixa de existir só porque alguém desliga a net...
ninguém deixa de existir só porque alguém disse ''agora não.amanhã talvez.futuramente sim''...
ninguém deixa de existir, mas há pessoas mais presentes e há pessoas mais ausentes na vida de alguém.todos têm o seu espaço e o seu valor.
:-))

em_segredo

b disse...

Olhe bem a foto que pusestes aí.
A estrada, o vazio da estrada, se preenche caminhando.
De preferência sem grandes expectativas quanto a chegar mas a caminhar sim.
Devagarinho.

mfc disse...

Tinha saudades tuas...
Percebo-te.

BlueShell disse...

Prometo não desligar a net: porque também sinto esse vazio na vida real....

Beijo
BShell

mixtu disse...

o desligar

na net

na vida

o desligar a si... ao outro

o terminar...

o errar...

bom, quando são ambos a querer...
desligar

mas...

o mundo não acaba, começa quando nos sentimos sós...

acho...

abrazos serranos

Eli disse...

em_segredo

Sabes, deram-me a entender que só existia na net. Logo, se se desligasse o computador, ou simplesmente os meios de comunicação deixaria de existir "relação". Há continuidades que precisam de ser mantidas e não apenas adiadas... Obrigada por te dares ao trabalho de cogitar sobre o assunto.

:)

Eli disse...

mfc

:)

"saudades" ... palavra forte. Obrigada pela partilha. Viste-me ali, não foi!?

:)

Eli disse...

b

Às vezes, caminho mais rápido. Vou de carro, por exemplo e esqueço-me de não ser impulsiva!

:)

Eli disse...

BlueShell

Engraçado... não é realmente um vazio, mas acabamos por não ter o mesmo. No entanto, continuamos a ser o mesmo!

:)

Eli disse...

mixtu

Eu adoro socializar com pessoas agradáveis, mas não dispenso o meu tempo de estar so comigo mesma.

:)

Parapeito disse...

...entendi :)
mas esse vazio ...podemos sempre preencher ele....começando um novo caminho....
Dias com brisas mansas*

Miguel disse...

O caminho é em frente. Ninguém é obrigado a seguir-nos, nem os podemos obrigar. Vem quem quer e quem valoriza esse caminho e nós próprios.
Claro, caminhamos com a dor e com a saudade. Custa e doi. Mas tem de ser.
Um dia, nesse caminho, alguém te estenderá a mão. E sorrirás de novo vom vontade constante...

Quem não te respeita, não te merece. Nunca esqueças isso.

;)

Anónimo disse...

uma conhecida em comum sempre disse nunca digas adeus pq adeus é para sempre dis xau até amanha tudo menos adeus

este nosso portugal tem inumeras estradas algumas q se pensam sem saida so o são se desistirmos

quem se quer bem sempre se encontra na net e fora dela

mesmo quando se desligada a net todos vivemos dentro do coração dos nossos amigos

os amigos n são aqueles q estão sempre presentes mas aqueles que aparecem quando precisamos deles, n precisamos chamar por eles pq como q por um passo de magica ca os temos q os aturar

Anónimo disse...

um dos comentários do dia 27-08-09 é meu so q me esqueci de assinar

Lmendes ( ***************)