Agora nem nómada, nem emigrante.


segunda-feira, julho 06, 2009

Tesouro



Hoje fui a dois concertos. É mais um dia em que enriqueci. Não fiquei mais rica por ter mais dinheiro, pois nesse sentido não vejo isso acontecer. Porém, a minha pessoa enriqueceu-se com novas experiências. É assim que eu penso. Vivo mais e permito conhecer pessoas, viver coisas diferentes, dançar, cantar, sonhar, etc.. Tudo isto faz parte da minha descoberta do Mundo e da criação da minha personalidade. A minha história de vida é o meu tesouro mais valioso e é impossível ser roubado enquanto houver memória.

Posso respirar fundo e inspirar-me com as minhas próprias vivências. Sinto-me bem. Sinto-me preenchida.

Eli

:)

6 comentários:

Anónimo disse...

a pobreza finaceira é uma coisa má, masnão é a pior das pobrezas.
pior , e mais triste, que ser pobre em dinheiro, é ser pobre de espirito, de cultura, de bom senso e razão,ou pobre em amigos.
são essas as coisas que nos enriquecem realmente, por muito pobres,ou ricos, que sejamos.
:-))

em_segredo

mixtu disse...

é bom sentirmo-nos assim...

buenos concertos...

abrazo serrano

Vieira Calado disse...

Concertos também é cá comigo.
Pelas mesmas razões que são as suas.

Bjs

Eli disse...

em_segredo

Ainda que o dinheiro nos faça falta para obtermos parte de alguma sabedoria, o que vale mais é o que nós somos e não o que nós temos.

:)

Eli disse...

mixtu

Apanhaste-me a escrever sobre algo concreto. Sim, eu estava mesmo assim!

:)

Eli disse...

Vieira Calado

Enriqueceu ultimamente com um bom concerto?

:)