Agora nem nómada, nem emigrante.


quinta-feira, janeiro 07, 2010

Gelo


Imagem de Eli :)

Será talvez num chão gelado
Que eu vá encontrar uma resposta
Sem passado

Será talvez
Num copo, numa montanha
Que descubra a minha vez

Saboreio a voz da alma...
Encontra-me
Nesta turbulenta calma

Ergo os meus olhos
Num mar sem fim
Nome de aventuras aos molhos


Entretanto, dei mais uns passos
O gelo derreteu o caminho
Espera por mim, com carinho

Sinto-me levada
Sem escolhas, sem amarras

Sempre libertada
Percorrendo essas estradas...

Sopra um vento gelado
Sem resposta

A neve foi deixada ao longe
Sem impedimento, sem hábito
Nem monge

A salvação permanece
Os coros arrepiam

Muda-se o piano
E canto com a voz que estremece

O Amor?
Acontece...?

Eli

:)


14 comentários:

Pedro Lima disse...

Vim retribuir-te a espreitada! Desculpe a demora, pois estive ausente durante a transição ano!!!

Natália Augusto disse...

Olá Eli,

sim, o Amor acontece sempre... em nós... ao nosso redor... com as tuas palavras.


Feliz 2010

Beijinhos

Salvador d'Almeida disse...

:)

João C. Santos disse...

duas palavras com loucura,

piano e amor.

conseguia viver com duas palavras.

Anónimo disse...

Claro que o Amor acontece , nem que seja por um curto espaço de tempo,nem que seja com e pela pessoa errada que se julgava ser a certa, nem que aconteça para dias, meses ou anos mais tarde vir a dar lugar a desilusões, traições, ódios de estimação,...
Se o Amor acontece? Sempre! Felizmente, nem todo o Amor que acontece é tão efémero, vazio de sentido e com finais tristes, como o Amor que anunciei, e é esse o Amor que todos procuramos que nos aconteça, pelo menos uma vez na vida.
:))

em_segredo
:

Daniel Aladiah disse...

Querida Eli
Neste ano que sejas um misto dos dois: possuída pelo amor... :)
Um beijo
Daniel

Eli disse...

Pedro Lima

Espreita mais vezes e comenta à vontade, sff!

:)

Eli disse...

Natália

Obrigada por partilhares essa certeza!

Feliz Ano!

:)

Eli disse...

Salvador

:)

Eli disse...

João C. Santos

Com o que elas representam!

:)

Eli disse...

em_segredo

Acontece de inúmeras formas, mas ainda incompleto para mim... ou não?!

:)

Eli disse...

Daniel Aladiah

Obrigada pelos votos! Eu espero que ele transborde na minha vida, sempre!

Desenjo-te um ano cheio de referências positivas e de Amor!

:)

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Eis uma narração digna do tributo ao teu blogue (título do blogue) mas aqui ainda na naíve esperança de acontecer daquela forma, que não se concretizou. Mas há-de concretizar-se, ainda que outro alvo, outro destino, mesmo percurso :)

um beijinho amigo

Eli disse...

Daniel

Não te canses tanto nos blogues! Dorme bem e vem apenas quando te apetecer!

Isto saiu assim, não é um tributo!

E... o Amor vai acontecendo.

:)