Agora nem nómada, nem emigrante.


quarta-feira, fevereiro 03, 2010

(Entre)Tida

Imagem daqui

Olhei para lá e apeteceu-me logo escrever-te assim umas tantas coisas. Que coisas? Aquelas que ninguém percebe. Nem tu. Qual sensualidade, qual cor, qual questão emebecida? Reticências em uníssono para que nunca me decifres mesmo e caso me procures, me encontres para que o beijo não assinale apenas momentos. Reciclas umas tantas energias, que entregas ao vento Norte para que a tua sorte regresse ao lado da minha. Desconhece-me mais um pouco. Afinal o que terias a ganhar  ficou registado no veludo do ser. Em cada palavra, gritei.

:)

Eli

14 comentários:

Anónimo disse...

Grita baixinho ou dás cabo das cordas vocais. :P
:))

em_segredo

mixtu disse...

por vezes falamos e não nos entendem...
grita... talvze a montanha te oiça e produza um eco ao teu enamorado :)

abrazo serrano

ps, num coment anterior agradeci e indiquei o blog de francis

Olga disse...

O AMOR É PARA SER GRITADO AOS SETE VENTOS. VIVIDO EM SILÊNCIO. TUDO VALE NO AMOR, MENOS NOS MAGOAR UNS AOS OUTROS. BJ.

Anónimo disse...

Palavras profundas para uma imagem pprofunda....

emanuel

Rafaella disse...

"Em cada palavra, gritei..."

ouvi o eco, e vim conferir.
beijos.

Eli disse...

em_segredo

Quando precisamos não nos lembramos das cordas! lol

:)

Eli disse...

mixtu

Será que a montanha leva o som e a natureza será cúmplice?

:)

Eli disse...

Olga

Sim, de facto. É aquela velha máxima. Só termina a nossa liberdade onde começa a dos outros...

:)

Eli disse...

emanuel

Podes explicar a profundeza que viste?

:)

Eli disse...

Rafaella

Simpática, o que conferiste afinal?

:)

Natália Augusto disse...

Texto lindíssimo em prosa poética.
Mensagem sensual, bela, de entrega e de sonho. Nas tuas palavras tudo parece possível da forma mais bela e plena.

Beijinhos

Parapeito disse...

...que o grito tenha feito eco na alma :)
Brisas mansas**

Eli disse...

Natália

"sensual" será talvez uma das palavras que aplico quando olho para aquele post...

Merci.

:)

Eli disse...

Parapeito

Que a alma o ouça...

:)