Agora nem nómada, nem emigrante.


quinta-feira, junho 28, 2012

Desaparecimentos



Não consigo perceber a razão que leva as pessoas a deixarem-me sem resposta. É certo que isso não é assim tão comum que me obrigue a pensar que algo está errado e precisa de ser mudado. Mas, dizem-se coisas, criam-se laços e, num ápice, desaparece. Esses seres saberão que o que estão a fazer é errado, pois também não gostariam que lhes fizessem isso.

Há várias maneiras de desaparecer. Eu própria desapareço "de cirulação" por momentos. Isso é justificável e qualquer amigo é sempre amigo da sua forma de o ser, porque as relações são todas diferentes. Por isso é que nos conhecemos e também sabemos com quem podemos (ou não) contar.

Eu não preciso de fazer um esforço para estar - praticamente - sempre disponível para aqueles que eu quero atender. Afinal, talvez eu tenha feito uma interpretação errada. Talvez eu me tivesse enganado. Talvez eu devesse matar todas as expetativas. Sem elas sobreviveria melhor?!

Talvez o meu modo de agir não se devesse basear em verdades irrefutáveis do valor da amizade. Talvez eu devesse guardar apenas aquilo que é mesmo meu. Mas, não tendo nada, apenas sonho com o que me dão. Luto sem espadas e não sigo o padrão. Vou parar de rimar, que o talvez, hoje, veio para ficar.

Eli

8 comentários:

Brown Eyes disse...

Eli hoje não há laços de amizade, há de interesse e por isso desaparecem. A culpa não é tua é da sociedade em que vives. Depois acontece ainda outra coisa com os chamados amigos, se lhes deres muita confiança acabarão por abusar. É triste mas isto tem tendência a piorar já que tudo vai obrigar ao aumento da rivalidade.
Beijinhos

Eli disse...

Brown Eyes

Vou discordar. Há laços sim. Claro que também há de interesse, mas esses são os "novos" amigos, que temos que ter a esperteza de decifrar... eu posso dizer que há laços de amizade e posso dizer também que alguns são inquebráveis, embora não falasse destes no texto.

Obrigada por comentares!

:)

mfc disse...

Continua a esperar sempre mais dos outros que um dia encontras alguém que também espera isso de ti!
Beijos,

Ciara disse...

Não podemos exigir dos outros aquilo que somos.. Agimos de acordo com os nossos valores e não podemos pensar em "recompensas" pq muitas vezes essa recompensa acaba por não chegar..
Temos de nos agarrar ao que temos e não esperar qualquer "obrigado" ou algum abraço quando estamos lá para alguém porque assim quando estes surgem inesperadamente ainda nos surpreendem de forma positiva..

James Dillon disse...

Sem resposta não é uma resposta em si?,


Cumprimentos,
JD

Eli disse...

mfc

Boa estratégia... mas há coisas difíceis de controlar!

Eli disse...

Ciara

Pois não. As exigências devem ser deitadas fora e substituídas por "esperanças"... No entanto, o reconhecimento é-me especial. :)

Eli disse...

James Dillon

Deve ser... a negativa.