Agora nem nómada, nem emigrante.


sexta-feira, janeiro 18, 2013

Ensino

- Estou disposta a ir para qualquer lado. Então, se for na minha área e se ganhar o suficiente, nem preciso de saber mais nada.

- Do mundo?

- Sim, eu sempre fui cidadã do mundo. Só quero ir... partir... para onde precisem de mim. Dêem-me uma turma de grande ou pequenos. Só quero ensinar.

10 comentários:

CurlyGirl disse...

Há por aí muitos sítios com falta de professores. Se a coragem não falta, não há-de faltar oportunidade. =)

Eli disse...

Falta a oportunidade, por mais que se concorra para mesmo TODO o lado! :S

amiga da onça disse...

O pensamento é grande mas quando chega a hora...

Nikita disse...

Eli,
Estou contigo. Força, torço por ti :-)

Beijinho

Eli disse...

amiga da onça

Chegando à hora, salto mesmo sem paraquedas, porque o que eu quero mesmo é ir!

Eli disse...

Nikita

Obrigada, bem preciso!

:)

Margarida disse...

Eu também estou assim. Só quero uma turma para ensinar, seja aqui ou em Marte.

Paulo Vasco Pereira disse...

Força!

Eli disse...

Margarida

Eu ia tão longe quanto fosse possível! :)

Eli disse...

Paulo Vasco Pereira

Obrigada!:)