Agora nem nómada, nem emigrante.


segunda-feira, outubro 31, 2005

O Sentimento

Dali


Hoje vim falar de outra parte de mim. As insónias. São horas a fio passadas numa luz ténue, onde consigo vislumbrar, claramente, apenas algumas estrelas que colei nas paredes do meu quarto.
Esta noite surgiu-me uma história que vos vou contar, daquelas que gosto, que nos fazem pensar...com filosofias e lógicas das minhas

Era uma vez um Sentimento. O Sentimento tinha duas partes. Ele mantinha-se resguardado, com medo e não se deixava mostrar!

Um dia, resolveu fazer parte de um homem. Este sentiu-se muito feliz, pois tinha finalmente parte de um Sentimento para entregar a alguém.

Certo dia, apaixonou-se perdidamente. Resolveu então partilhar com uma mulher, metade de si. Entregou-lhe Parte do Sentimento. Este ficou muito feliz, pois a sua vida estava a fazer sentido finalmente! A Outra Parte (mulher) aceitou o sentimento de bom grado, ficou feliz, mas guardou-o na gaveta para usar quando achasse necessário. No primeiro dia, usou-o várias vezes para telefonar a ele. No dia seguinte, usou-o apenas para escrever uma carta ao homem. Passado uma semana usou-o para fazer sexo. Na semana seguinte, o sentimento começou a ficar sempre na gaveta.

O homem, por sua vez, usava sempre o sentimento. Transmitia-o a toda a gente com um sorriso. Notava-se bem que não se envergonhava de sentir. Cada vez que ia às compras, as pessoas diziam-lhe: "nota-se bem como está animado há uns dias, parece mais leve...". O homem sorria, os seus olhos brilhavam e prosseguia. Quando fez amor, achou que estava finalmente no auge da felicidade, mas não compreendia, porque é que a Outra Parte do sentimento não se manifestava de maneira semelhante, no entanto, não disse nada, para que o sonho de que o Sentimento prevalecesse em si não desabasse...

Passou um mês e a mulher esqueceu-se do sentimento. Enviava mensagens ao homem, beijava-o, mas deixara o sentimento na gaveta. O homem trazia o sentimento com ele, mas sentia-se cada vez mais triste sem saber porquê... Resolveu então perguntar à mulher pelo sentimento: "Amas-me?" e ela respondeu: "Não sei, não me lembro de que era o Sentimento que me entregaste." As lágrimas do Sentimento do homem cairam-lhe pela face... ela largou-lhe as mãos não compreendendo o porquê de não sentir.

Quando voltou para casa, abriu uma gaveta para queimar um pouco de incenso e descobriu lá o Sentimento que o homem lhe tinha dado. Estava morto.

O Sentimento só sobrevive a tudo e todos (distância, espaço,...) se for mantido no coração.

Assim acontece com o Amor, a Amizade, a Raiva, a Esperança...

Eli

39 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Clife disse...

Fiquei sem palavras... nem preciso dizer nd, julgo q sabes o q penso.

Tb tenho estrelas no meu quarto... no tecto, fiz constelações ^^

Bjs ***

Siamese Master disse...

sabes que digo????
Vou-me embebedar para esquecer o sentimento!!!!

LoneGunner disse...

Acho que o homem, pedia algo que não poderia ter, pois o sentimento não se parte, é um todo seja de uma parte ou da outra.

Eli disse...

Por o sentimento ser um só é que não pode ficar parte na gaveta...
Trata-se de sentimentos comuns!

LoneGunner disse...

Sentimentos comuns que tem de partir de cada um, não se pode dar um sentimento que é nosso para outra pessoa usar, esse sentimento tem de partir de dentro, ou jamais florescerá.

Eli disse...

Talvez por ela não o ter vivido no coração... acho que aí ele vive e vem lá de dentro. É como se tivesse estado sempre nela... mas tens um bom fundamento para esta vida tão real... afinal aquilo é apenas uma história, my friend :)

LoneGunner disse...

Ela viveu-o no coração disso não tenho duvida, mas viveu-o de um sentimento emprestado e não o seu. E a vida é uma história, onde se guarda numa gaveta á espera de ser lida.

Simbelmyne disse...

tão lindo *

mfc disse...

Lindamente escrito! É tocante porque verdadeiro. O amor tem que ser sensível... são precisos dois a compasso para se dançar o tango.

mfc disse...

Agradecia-te que relesses o "Pensamento do dia" e o meu comentário a seguir ao teu lá no Pé...
Obrigado e um abraço.

BloodyMary disse...

Pois é bem verdade...
O sentimento tem de ser bem guardado, protegido, alimentado...para que se mantenha vivo e continue a crescer saudável!

Bonito o texto.

Beijos e um excelente feriado**

sonhos sonhados disse...

keridos Amigos

atraiçoei a palavra
por muito tempo.

regressei...
vou ver se aguento
de novo dar-lhe a mão,
sem a deixar
somente guardada
na gaveta do meu coração...

vou fazer um esforço,
porque tudo tem sido díficil.

para todos aqueles
que gostam das minhas simples mensagens
e
de mim,
um xi enorme
pela preocupação
e
pela saudade demonstrada...
que me trouxe força,
para hoje estar aqui convosco.

pensei muito antes
de o fazer...
mas vocês mereciam...
a palavra esperava...
e
eu ansiava pela coragem...
de gatinhar de novo.

jinhux létinha.

Daniel Aladiah disse...

Querida Eli
Bela história. Quando não se ama, temos que aceitar a realidade. Sabemos que pode doer do outro lado, por isso temos que ser claros e não alimentar uma chama que não se partilha. Quantas vezes isso acontece ao nosso sentimento, morto na gaveta de alguém...
Um beijo
Daniel

Walter disse...

belissima historia!
bjs
walter

Sparkling disse...

Adorei a história!
'' O sentimento só sobrevive a tudo e todos ( distância, espaço,...) se for mantido no coração!''
*^*^*
Thanks pelas visitas ao meu blog! =)

Vanessa disse...

É uma história que faz pensar, sem dúvida. Guardar sentimentos na gaveta nem sempre é a melhor solução. Mas usá-los sempre, acaba por desvalorizá-los muitas vezes... Uma pessoa sentimental não sobrevive muito tempo nesta "selva" de sentimentos guardados a sete chaves...

Beijinho! Gostei muito do teu blog :)

Miguel disse...

Há medida que vou explorando este blog cada vez mais tenho vontade de regressar. Parece-me que a parada vai subindo de dia para dia.Que assim seja então.

Tiago Gabriel disse...

Obrigado pela tua visita e pelas tuas palavras no meu blog.

Também o teu me pareceu bastantre interessante.
Voltarei
:)

Orfeu disse...

Querida Eli, uma bonita historia. Mas quantas historias têm este fim, muitas…demasiadas. O Amor e todos os sentimentos puros têm de ser tratados como belas flores, regadas, cuidadas…e quando não se ama, temos que aceitar, apenas. Podemos guardar todos os sentimentos no coração, nunca desvalorizá-los mas sempre respeita-los. Um beijo

Natalie Afonseca disse...

OlÁ!
Antes de mais, obrigada por teres deixado um fio na minha teia!!
Gostei do pouco (desculpa, voltarei com mais calma) que li!!
E quero ler mais!!
Passarei por cá mais vezes, com muito gosto!!
Bjs

antonior disse...

Estou tocado pela tua sensibilidade! A estória é esplêndida. Gostei de tudo o que vi, dos burros às paisagens do teu paraíso doméstico. Não me estou a roer, estou feliz por ti, mesmo sem te conhecer, por estares num sítio tão lindo. Continua e não pares!

Voltarei!

murmurio do silencio disse...

:)

posso nao escrever mas ando por perto. e nunca deixas de ser tu mesma.


levas dois sorrisos meus

:)

Nelsinho disse...

Tem sempre uma primeira vez...
Teus textos são belíssimos!

Anónimo disse...

Sabes wu cá por mim acho que se o sentimnto for real, até que é capaz de ressuscitar com uma repiração boca a boca ou algo do género:D Agora a sério tu sabes que gosto muito de ti, não sabes?
Muitas saudades...
Filos

Luís disse...

É por isso que eu quero um sentimento tão grande tão grande, que não possa ser guardado em nenhuma gaveta...
Se o sentimento permanecer sempre ao pé de nós, então estará em tudo o que fizermos... e assim será eterno!
parece fácil, não é?
Gostei muito,
beijinho

Tino disse...

Muito á frente! Muito bem,Eli, estou a ver que tu te fazes!!!
Além de que tens razão e o guião é de uma história verdadeira!
um beijinho grande!!boa noite e bons sonhos!

Duarte Temtem disse...

Cara Eli,

Primeiro que tudo agradeço a tua visita lá no meu espaço. Aparece sempre que quiseres.

Depois aproveito para dizer-te que adoro ilhas tanto como tu. Nasci e cresci numa ilha, e a sensação de acordar, ir à janela, e ter o mar à frente e as montanhas atrás é simplesmente divinal!
Ainda não conheço os Açores (infelizmente) mas mais cedo ou mais tarde irei aí bater. Mas fiquei com a impressão que não és açoriana... Estou enganado? Se calhar até tens isso escrito nalgum post, mas como não os li a todos...

Qto ao texto em si, está fantástico! Assume uma pertinência deveras original!

Bjs

PS - onde é que posso ler um poema que começa por "Ponho as mãos vazias em cima da esperança"? :)

Piolha electrica disse...

li este texto uma dúzia de vezes... como me sinto no papel desse rapaz... como sinto o que ele sente... como sinto falta de ser realmente feliz e de fazer alguém feliz...
preciso de um raio de sol... ***

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

É a mais pura verdade...


CC.

Anónimo disse...

Lindo!!!! Fantástico!!!! Adorei aquilo q li!!!! Ass:Rita Maluka ...

Anónimo disse...

Sentimento!!!! É algo q dá que pensar!!!Olha fiquei msm sem palavras!!!! Tu sbs escrever!!! E aquilo que escreves... Sim sra... Começo a ficar fã do seu blog!!!Ass.Rita Maluka

antonior disse...

Então Eli, não dás mais notícias do paraíso? ...:-)

Bem, quanto à tua pergunta, acerca do meu pedido de escrita, é assim: -Não "é suposto" tu escreveres a partir da foto. Era um desejo....se tiver asas voará, senão....

É que acredito que teria umas asas magníficas...

antonior disse...

O TEXTO! :-)

emanuel vicente disse...

O meu pintor favorito é Dali, porque retrata sonhos…e como o sonho é que movimenta o homem, os quadros dele fazem-me pensar! Adorei foto, está memso muito bem escolhida!
Os sentimentos…são o carvão que movimenta sociedades, sentimentos maus, negativos, geram sentimentos negativos, sentimentos agradáveis, geram sentimentos agradáveis! A maior parte das nossas atitudes são geradas por sentimentos, por essa razão temos de saber controlar determinados sentimentos para não magoar pessoas, e por outro lado temos de por á prova os nossos sentimentos para fazer as pessoas felizes!

Bjoes grandes e fofinhos

AQUELE ABRAÇO……

Anónimo disse...

que posso eu dizer?!
concordo com tudo,é tudo verdade verdadinha.
és uma sábia:)

susana_rocha

Orfeu disse...

“O Sentimento só sobrevive a tudo e todos (distância, espaço,...) se for mantido no coração.
Assim acontece com o Amor, a Amizade, a Raiva, a Esperança...”
Que verdade tão duramente certa…
Um beijo…

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it Top humidifier Old lamborghini Infiniti pic qx56 best price for patanol 5ml phentermine and zoloft http://www.cooking-schools-in-durham-and-newcastle.info/culinary-school-cleveland.html phone card Laser tattoo removal nassawadox 500mg+zithromax Brunette+naked+pantyhose+teens+amateur+brunets+blondes http://www.orderxenical.info/Weightpaxil.html Digital photo print printing teens do it for cash xxx rhinoplasty web hosting to http://www.continental-airline-7.info

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! Bathtub where