Agora nem nómada, nem emigrante.


terça-feira, novembro 15, 2005

O Mar é um Espelho


Caminho por estradas que me passam debaixo dos pés
Rodando assim, como quem gira às voltas no mesmo lugar
Vejo-te em cada imagem, sinto-te como és,
Sandálias nos dedos e apenas um olhar...

O meu olhar percorre sozinho imagens
Que são o espelho de gotas marinhas
O mar reflecte o céu e suas miragens
Viro-me, desnudo as minhas...

Olho todos os dias para esse espelho do outro lado
Que toca músicas em silêncio e que não cheira a sal
Música que trago no meu pensamento alheado
Hoje cantei os sonhos, os tesouros e o amor fatal
Mas, não te encontrei abandonado...

Outrora sonhei com frotas
Que me vinham buscar
Agora persisto, persigo e revejo-me
Com alguém que não vai fracassar!...

Vira-se a página e só continua
Quem não quis ficar lá atrás
Tenho uma história para realizar, crua
Quererás escrevê-la? Serás capaz?



Eli

34 comentários:

Nelsinho disse...

O mar é meu lar,
Do mar sempre vivi...

Quadras rimadas são minha preferida forma de poesia...
Adorei

Nelsinho

Luís disse...

Lindo poema eli. Gosto sempre tanto das palavras que falam de amor e esperança... de acreditar!
Muito bom!Parabens
beijinhos

Piolha electrica disse...

tu és capaz de escrevê-la... estás a fazê-la em cada segundo, em cada momentos, em cada respirar, em cada pausa, em cada adormecer encantado...
***

antonior disse...

Concordo, plenamente com o último comentário....
De tal maneira, que quando li o poema, decidi dizer-te o mesmo, mas quando abri esta página, a minha ilustre antecessora, já me tinha roubado as palavras.

Então, fica assim, da forma como gosto de brincar contigo:

"Sereia da Atlântida (há um livro a dizer que foi aí), desejo-te do coração, que escrevas essa História, da forma mais FELIZ, para ti."

O maior sorriso :-)

mfc disse...

Nada como escrever a história a dois... fica completa!

Tino disse...

hmmmm.Elizinha,tu andas apaixonada!Andas andas! ehehheeh um beijinho grande :)

EMANUEL 13 disse...

a foto esta muito gira!!eu adoro e mar...e sou louco pelo mar...adorei a foto!!!está muito fixe!!
o mar é calmaria, paz, imaginaçao...infinidade....mas pode tambem ser a turbolencia, a agitaçao...a imensidao...o medo!!o mar tem muitas caracteristicas...e todas elas sao fascinantes!!!


bjoes grandes


AQUELE ABRAÇO...........

Santinha disse...

Todos os dias eu olho para ele a caminho do trabalho e vejo-me a atravessá-lo (se é que me faço entender).
Beijos
Fica Bem! ou não!

Eli disse...

Santinha: Este poema foi inspirado (principalmente) nessa parte do caminho igual é tua... é uma intersecção de caminhos que nos une! Olhei para esse mar, que hoje vi azul, espelho do céu, ausente de nuvens... e vejo-o também como espelho de alguns dos meus desvaneios, filosofias, sentimentos e do que imagino estar do outro lado... vontade de o percorrer para saber também o que me espera!
Obrigada pelo comentário e pela presença!

:)

vero disse...

Lindo este teu poema....
Gostei de ler!
Beijinhos***

Daniel Aladiah disse...

Querida Eli
Se o mar fosse um espelho, então reflectiria os sentimentos de espuma que encimam as ondas que rebentam na margem empedrada... tanto tempo, até que areia fina esteja debaixo dos nossos pés...
É uma imagem de serenidade ou mar encarpelado? Sempre um ciclo que se repete, dependendo de ventos e márés.
Um beijo
Daniel

A.na disse...

Escrever a minha...está por lá!
Fui capaz,exposição tão
traiçoeira mas tão nossa de exorcisar o a alma tantas vezes nos grita...
Este teu mar é sempre o teu reflexo mais directo e nosso...
Obg por coisas lindas aqui e ali deixadas.
Beijinhos

Sparkling disse...

Adoro o mar!
Ler o teu poema fez-me bem!
*^*^*^*^
=) bom fim-de-semana!

A.J.Faria disse...

Eli,
Todos nós temos uma história para realizar, e espero que a tua seja muito bonita e feliz!
Beijinho,

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Oi Eli!

Beijos do CC.

Amaral disse...

É um espelho justo e grandioso. Só continua quem não fica para trás, diz a poeta. Porque a história é sempre contada por quem ousa desafiar a imaginação!...

Anónimo disse...

O mar para mim é um paraíso do qual jamis iremos ser expulsos... transmite-me paz e tranquilidade... Bonita imagem ... bjtz Rita Maluka

Ninguém.Especial disse...

A tua forma de escrever e estas tuas cenas... que há um tempo não memorizei, não me lembro se quer do que li quando cá estive (ou nas vezes que por aqui estive). Tudo o que aqui está escrito me leva a ler o fim para perceber se é alguma coisa de alguém conhecido (poema/texto/imagem) que não conheço ou se é do "dono" do blog... e vejo que é teu.
Fixe.
Bjs (ou abraços, acho que és rapariga...)

girassol disse...

O mar, o mar, o mar...
Sabes Eli, preciso quase tanto como do sol do Alentejo, da lareira, do espaço...
Preciso, só quase tanto, digo eu, porque o mar faz-me entrar numa dimensão diferente...
Secalhar preciso mesmo... tanto como. A dimensão a que me transporto no espaço mar e no espaço chão Alentejo é só diferente...

..."Cozinha" a tua história!...
Vai-nos dando relato dos episódios a partilhar. Aliás, estás a partilhá-la no pouco e pouco (muito) que nos vais revelando aqui...

lena disse...

um caminho! o meu caminho leva-me sempre ao mar

continua a cantar os sonhos, o poema está muito lindo

beijinhos

lena

Dreamer disse...

Alguém escreverá.... o mar não deixa de nos dar essas hipoteses, de nos congratularmos, e de o congratularmos a ele por sermos tão gandes e imaginativos, beijo imenso.

Maria do Céu Costa disse...

A vantagem de se viver rodeada pelo mar essa, está inspiração poética sobre o mesmo. Bonito. Beijinhos.

Betty Branco Martins disse...

Olá Eli

O mar tanto que nos inspira... a sua voz conseguimos entender...

Está lindo o teu poema

Beijinhos

Bfs

Astronauta disse...

O mar...felizes todos aqueles que o vêem todos os dias...felizes aqueles que todos os dias se vêem ao espelho...felizes aqueles que se vêem ao espelho e não são narcisistas...felizes aqueles que como tu caminham por essa estrada, mesmo que sem conhecer o horizonte desse mar!

Clife disse...

Sem dúvida... uma poetisa ^^

Adoro o k xcreves, nunca pares ;)

Bjs ***

perola&granito disse...

Temos optimas ideias para prendinhas de Natal, queres dar uma olhadela?

BloodyMary disse...

O Mar é uma infinita fonte de inspiração!...

Gostei muito deste teu poema!

Desejo-te uma óptima semana**

Anónimo disse...

gostei de tudo!onde foste buscar a foto?tá muito gira!é dos Açores?
quero que saibas que por mais páginas que vires no livro da tua vida, eu vou continuar sempre lá,no livro, e em todas as páginas - se não te esqueceres de mim, claro!!

susana_aveiro

Eli disse...

Susana_Aveiro, sabes que tens sempre lugar neste livro para escreveres, rasurares e assistires à escrita! Não estou a falar no blog (só), mas na minha vida. Cada página é do teu conhecimento.

Obrigada pelo apoio, do qual tanto necessito, embora nem sempre o diga, pois a frieza do meu silêncio, às vezes pressupõe-se à necessidade do meu coração.

Sim, a imagem é daqui (Terceira), também gosto muito dela e escolhi-a porque tem muito a ver com o que eu queria transmitir acerca do Mar - Espelho! No dia em que escrevi este post, tinha olhado para um mar cinzento, que reflectia o céu dessa cor.
Olhei para ele e inspirou-me, porque andava pela estrada, pensativa...
No entanto, ao escolher a imagem para ilustrar o post, resolvi mostrar o Espelho do Sol, astro de luz própria...
Gosto sempre do céu... Tu sabes!
:)

Moranguita disse...

Linda imagem dos Açores!!!!

Simbelmyne disse...

ângulos esquisitos... gosto *

castafiore disse...

E esta foto é aí da Terceira? Gosto muito, mas mesmo muito dessa ilha dos Açores, aliás, a minha preferida, entre as que conheço. Parte da minha família é daí mas acho que isso não tem nada a ver com o assunto. É só que acho esse sítio verdadeiramente fabuloso, mágico e misterioso. E Angra, para mim, é um assombro. Que tal é vier aí, para alguém que vem de "fora", do "contenênte"?

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! cobra xrs 9400 11 band radar laser detector

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! »