Agora nem nómada, nem emigrante.


sexta-feira, agosto 25, 2006

As Nuvens


Regresso às gotas do passado

Que deixaram-me fios

Para constituir o tecido que sou agora

.

Os registos revelam um sentir

Envolto em chuva e em geada

.

Mas, consegui sempre sorrir

E, hoje, sinto-me desejada

Não há atalhos a surgir

Não me sinto atrapalhada

.

Há palavras que não se escrevem

São ouvidas no brilho, no cheiro...

Há nuvens simples e sombrias

Mas, vejo o céu por inteiro.

.

As sombras ditaram-me a cor das rochas

Onde caminho sem pousar os pés

Onde flutuo em nuvens minhas e...

Onde tens acessos ilimitados

Onde te ergues como meu ermo

Na fantasia de sapateados

E danças bem reais

Porque a música...

... já me inspirou!

.

Regressas ao meu estado de felicidade e completas-me na realização dos nossos sonhos.

.

Eli

:)

P.S. Foto de Eli.

11 comentários:

little_blue_sheep disse...

:)

Anónimo disse...

Muito bonito... Transparece muito bem o espírito de quem escreveu. Vim aqui ter pelo blog do meu amigo Cenoura (relatosdeumruivo), e só fiz bem. Os textos são lindos, parabéns! *

girassol disse...

Viseu, Portugal... e os Açores?!...
Bj.

Estranha pessoa esta disse...

Gostei muito do poema.
Obrigado pela partilha.
Bom fim de semana.

Eternal disse...

Espero que a música te inspire muito mais!
Beijinho Lunar

Luigi disse...

Captaste bem as nuvens, mais parece uma aurélola. Só faltas tu lá debaixo hehehe
continua aflutuar nas nuvens, continua a inspirar-te na música, continua a aproveitar cada dia

baci per te

Natureza disse...

As nuvens sempre me atraiam.
Beijos.

o alquimista disse...

Escreveste nas nuvens com pinceladas de sonho tendo por paleta o coração...lindo...

Doce beijo

mixtu disse...

ver o céu por inteiro...

mensagem e visão de esperança...

beijinhos, elí

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Lindo! Intenso e mágico. Foi bom regressar e poder reler-te. Um beijo

Clife disse...

(: a peça do puzzle... que faltava. *