Agora nem nómada, nem emigrante.


terça-feira, setembro 26, 2006

Inspiração


Roubei-te a inspiração. Negros foram os túneis que tiveste que percorrer sozinho para a encontrar. Egoísta, guardei-a para mim, para que me a viesses pedir encarecidamente, de joelhos, rastejando, para que com um sorriso, te desse a minha mão, não para te erguer,mas para te manter aí, aonde eu te podesse controlar. A fonte de palavras ficou para mim, mas, sendo minha e não tua, não a soube usar e nem a música me salvou. A inspiração estava guardada, esperando para ser usada, calculada e aumentada, mas eu pensava que, se a usasse em pleno, ela poderia tornar-se cordas de guitarra e afastar-me das letras. Então, olhei para ti e não te vi. As imagens de ti jã não eram doces como o pôr-do-Sol, eram apenas uma prisão do que eu quis e não vi e do que eu tive e nunca prometi. Mas, as cordas da guitarra servem para serem tocadas. Libertei o feitiço e feiticeira me tornei, quando assumi a minha postura menos imposta. Rasgaste algumas das cordas da guitarra, mas ela soará cada vez melhor com notas rasgadas, porque será como eu. Imperfeita.

Eli

:)(:

Foto de Eli. Escrito ao som de "My Immortal".

34 comentários:

Siamese Master disse...

vou ser o primeiro!!!!!!!!!

João Mãos de Tesoura disse...

A imperfeição é o segredo da descoberta, tudo o resto é monotonia!

Ana P. disse...

Deixo-te um beijo

relatosdeumruivo disse...

E tudo isso porque magia não se rouba a ninguém, feiticeira injusta...
:)

ferrus disse...

Mesmo imperfeitas as notas que deixas em palavras soam a doce. Roubaste o que te cortaram...mas não se nota na escrita. A inspiração existe, feiticeira. Qualquer guitarra continua a doar sons, mesmo que abafados pela ausência de cordas. A tua é uma delas. Gostei da maneira suave e escorreita da tua escrita. Até...

ferrus disse...

Mesmo imperfeitas, as notas que deixas em palavras soam a doce. Roubaste o que te cortaram...mas não se nota na escrita. A inspiração existe, feiticeira. Qualquer guitarra continua a doar sons, mesmo que abafados pela ausência de cordas. A tua é uma delas. Gostei da maneira suave e escorreita da tua escrita. Até...

ferrus disse...

Mesmo imperfeitas, as notas que deixas em palavras soam a doce. Roubaste o que te cortaram...mas não se nota na escrita. A inspiração existe, feiticeira. Qualquer guitarra continua a doar sons, mesmo que abafados pela ausência de cordas. A tua é uma delas. Gostei da maneira suave e escorreita da tua escrita. Até...

Piolha electrica disse...

não és nada imperfeita!!!! :)
e a foto.. basta dizer k é um por do sol na praia e por isso é uma foto mágica!
***

filos disse...

Trilhando as cordas de um texto imperfeito cheio da perfeição de moldar as palavras...
Bela sonoridade

Luigi disse...

não me roubaste a minha inspiração! HA HA HA

se existe amor perfeito deverá ser aquele que ama as imperfeições, acima de qualquer suspeita

beijinhos!

Clife disse...

Amar é aceitar a imperfeição, é saber ser perfeito assim na limitação de algo imperfeito... é escrever assim e sentir desse modo mais do que profundo... verdadeiro. =) *

Daniel Aladiah disse...

Querida Eli
Belo texto, em que de inspiradora viraste inspirada :)
Um beijo
Daniel

Nelsinho disse...

Inspiração, ou mais propriamente, a falta dela, é o meu maior problema no momento...

Nelsinho

butterfly disse...

imperfeitos todos somos...e se fosse possivel ser perfeito,acho que tudo perderia o seu encanto...
Beijinhos!!

Dive disse...

:)

Ja tinha saudades de ca voltar.Perdoa-me a ausência.

Beijo

Betty Branco Martins disse...

Querida Eli

Estou de volta!!!

Obrigada pela tua visita. Passarei mais tarde para te ler e comentar. Agora estou só nas visitas

Beijinhos

Amaral disse...

Gostei da tua "imperfeição", das tuas notas rasgadas, do feitiço das tuas palavras!
A inspiração continuará em ti, adormecida por vezes, mas sempre alerta para te elevar no alto dos céus...

Magalhães disse...

Tá lá...
Kiss saudoso

António disse...

Olá!
Estou bem!
Mas, perdoa a sinceridade, embora o nome Eli não me seja estranho, não me lembro te termos trocado comentários aqui nos blogs.
Podes activar a minha cabecinha de velhote?

Beijinhos

António disse...

Pois...por isso o teu nome não me era estranho.
Mas nunca comentaste muito, presumo. Caso contrário eu deveria lembrar-me bem.
Volta sempre!

Beijinhos

antonior disse...

Olá, Eli.

O horizonte, centrado, na imagem simétrica e nas palavras assimétricas. A beleza própria...

:-)

mixtu disse...

inspiração é sonhar... sempre sonhar...

eu sonho
tu ...

beijos europeus

Carla disse...

E como adoro essa musica,como ja te deves ter apercebido...
E ao seres imperfeita,seras perfeita em todo a tua essencia. A isso chamo lucidez.
Bj

Dani disse...

Que bela imperfeição a tua, que me faz sonhar... :)

Beijinhos

mixtu disse...

pintar... opção...

besos europeus

Fernando Palma disse...

Todos nós somos imperfeições de marcas diferentes!

mandywarner9107004903 disse...

hey, I just got a free $500.00 Gift Card. you can redeem yours at Abercrombie & Fitch All you have to do to get yours is Click Here to get a $500 free gift card for your backtoschool wardrobe

o alquimista disse...

PAssei para deixar-te um carinho

as velas ardem ate ao fim disse...

Por serem imperfeitas as notas que deixas são muito mais valiosasque quaisquer outras....

Vamos rasgar as cordas..dar largas a nós...viver a nosso "imperfeição"!

Bjos

André Ferreira disse...

Estranho assalto esse. espero que libertes essa inspiração que prendeste.
Beijos

Cristina disse...

Hoje passo aqui com pressa para te desejar um bom fim de semana :)
beijinhus

Cacau disse...

Menina....que bem que tu escreves ;)

Beijo

alice disse...

tu, querida eli, és uma verdadeira feiticeira de palavras ;)

obrigada pela tua última visita, gostei muito de voltar aqui!

um grande beijinho,

alice

Salvador disse...

Fantastico

bjs