Agora nem nómada, nem emigrante.


quarta-feira, outubro 18, 2006

Não à (há) luz!


Não! Não deixes entrar a luz, porque ofusca os meus olhos, porque eu não sei sobreviver a ela, nem lutar contra ela... porque eu não quero, porque é difícil. Fecha a porta, que eu espero e sai também, por favor! Vou ficar aqui, sozinho, onde encontro paz na escuridão. E... atenção: estou inacessível.
(continua)
Eli
P. S. Imagem de Eli.

2 comentários:

Clife disse...

deja vu TT

*

Luigi disse...

sim demasiada luz ofusca-nos a visão, incapazes de distinguir o que nos rodeia. é necessário manter um equilíbrio entre a luz e a escuridão. Um não exite sem o outro. Cabe-nos perceber porquê.

baci per te