Agora nem nómada, nem emigrante.


sexta-feira, novembro 27, 2009

Mãe



A lareira crepita. Aqueço-me. O sofá envolve-me com calor. Leio palavras de desconhecidos. Aguardo entre o som do fogo e o de coros em oração. Ao meu lado, adormece. Ouvem-se vozes e vozes... quando uma delas chora dizendo "mãe" ela acorda, olha em volta e o subconsciente informa-a que está tudo bem. A voz feminina que clamava não era minha. Esconde-se no sonho, envolvida em sono... entre o profundo e o leve. Volta a abrir os olhos e dormita ao som do calor. Ecos... elas ouvem ecos e acordam. O amor e os umbilicais nunca sucumbem. Alicerce.

Eli

:)

(Foto de Eli.)

9 comentários:

Nilson Barcelli disse...

"O amor e os umbilicais nunca sucumbem."
Só por esta frase já valeu a pena visitar-te...
Querida amiga, bom fim de semana.
Beijos.

Eli disse...

Nilson Barcelli

Uma das que me saiu melhor. Não me perguntes porquê, nem onde a fui buscar. Saem de mim...

:)

Anónimo disse...

Tocante!
Tocante, porque, como tu própria dizes, são palavras que saem de ti...
Tocante, porque aludes a esse ser inigualável e,portanto, insubstituível, que nos pariu, que nos embalou, que nos guiou, que nos despertou para tantas e tão boas coisas da vida,que nunca negou colo,mesmo quando éramos crescidos demais para nos aguentar,...
Resumindo, tocante,por teres falado sobre a Mãe. E mãe, mãe há só uma!!
:)

em_segredo

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Estremeço. E não digo mais nada.

beijinhos amigos

Gonçalo disse...

Há fases da vida em que se destaca a face mais sensível e primitiva. Surpreendeste-me, pela positiva!

(abraço-te)

:)

Eli disse...

em_segredo

Confesso que depois de escrever este texto, fiquei a pensar no teu comentário. Sabia que viria, só não adivinhava os moldes... e... demonstraste mais uma vez que com as palavras te conheço e te posso considerar meu amigo.

:)

Eli disse...

Daniel Silva

Entendo.

Aprofundarei. Ou não...

:)

Eli disse...

Gonçalo

Imagino. Nunca tinhas suposto que me abordaria desta forma...

:)

Eli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.