Agora nem nómada, nem emigrante.


quarta-feira, dezembro 12, 2012

Fingimento





Foi como eu disse que ia ser. Eu ainda pensei em fingir, mas, fingimento?! Eu?! Eu algum dia faria isso comigo mesma ou mesmo contigo?! Não posso estar apaixonada, não me permito a mais que umas horas de ansiedade, que obriguei a acabar, pois isto no máximo, quando existe, tem sempre o prazo de uma semana. De que valem as lágrimas a seguir ao ponto final?! Nada. Pois, não as uso com frequência. Talvez tenha chegado àquele ponto na minha vida em que já fiz tudo no que diz respeito a procurar. Depois, é engraçado quando reconhecemos que temos um passado e, por mais que tente marginalizá-lo, ele existe. É preciso ter muita imaginação para conseguir viver bem com ele e ainda ser esta eu.

Não vou dar mais a morada desta casa, porque aqui lê-se muito este eu que eles não compreendem e estou cansada de explicá-lo. Se calhar, deveria ter ficado esperta de repente e ter realmente fingido um bocado que tudo era lindo assim. Mas, como não era, regresso a mim mesma e à total disponibilidade para a missão. Só sou uma pessoa (a)normal que não liga aos padrões com que se esbarra. E se tivesse sido verdade?! E se eu acreditasse?! Não, não sou burra. Não sou parva e, por favor, não me façam de parva.

Eli

8 comentários:

Buxexinhas disse...

Eu adoro-te assim... tal como és... Sem padrões e véus! ;) Tenho orgulho em ti Eli! Beijinhos grandes.

Eli disse...

Buxexinhas

Sempre com essa força! Obrigada! :D

Roger disse...

Já vi que isso não anda muito famoso para esses lados... Olha, muita força :)

Eli disse...

Roger

Lê aquilo como um pensamento,uma interrogação, ou um momento... :)

Obrigada.

Brown Eyes disse...

Que bom quando conseguimos reconhecer que estávamos a fingir, que queremos viver na verdade, na nossa, doa a quem doer, Que importa mesmo somos nós, os outros têm que se habituar ao nosso eu. Beijinhos

Eli disse...

Brown Eyes

Nem uns segundos durou o pensamento de fingir! :)

marina disse...

Ufa! Fiquei com o coração apertado!
Um beijinho para ti e força (demonstras ter muita, mas uma forcinha nunca é demais!)

Eli disse...

marina

Agradeço essa força! É sempre bom ler pensamentos positivos!

:)